Paraíba

Ana Cláudia e dissidentes do Podemos podem migrar para DEM ou MDB

Foto: reprodução

Os filiados ao Podemos em Campina Grande receberam convites para filiação ao DEM e MDB. Em reunião na noite dessa quinta-feira (29) os dissidentes da legendas discutiram novos rumos e estratégias futuras. A reunião foi coordenada pelo ex-presidente estadual, Galego do Leite e pela ex-vice-presidente estadual, Ana Cláudia.

Ana Cláudia revelou que já existem convites de outros partidos para todo o grupo, citando, dentre as legendas interessadas, o Democratas e o MDB. Ela declarou que a reunião era um importante momento para que o grupo começasse a discutir, de forma democrática e conjunta, que rumo partidário irá tomar e as estratégias futuras a serem adotadas.

Também participaram do encontro os dois vereadores do Podemos em Campina Grande, Anderson Pila e Dona Fátima, além de suplentes de vereador e outras lideranças filiadas ao partido.

Galego do Leite lembrou o trabalho de fortalecimento da legenda, com a integração de novos filiados e as articulações políticas que levaram o partido a ampliar sua presença em todo o estado. Ele afirmou que o partido saiu mais forte das últimas eleições estaduais e municipais, com vitórias importantes, fruto da articulação e da mensagem otimista e de muito trabalho e dedicação que os candidatos transmitiram.

O vereador deixou a presidência, que será assumida pelo advogado Junior Pires. Galego considerou um surpresa desagradável o anúncio da mudança na direção da legenda na Paraíba e disse que havia um acordo que mudanças na direção do partido só ocorreriam após alterações ou não das regras eleitorais.

MaisPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

TSE contesta Bolsonaro sobre supostas fraude em eleições

Foto: Sérgio Lima/PODER 360.

A página do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) no Twitter contestou em tempo real as falas do presidente Jair Bolsonaro sobre supostas fraudes nas eleições. O mandatário usou sua live semanal, nesta 5ª feira (29.jul.2021), para apresentar o que chamou de “prova bomba” de irregularidades no processo eleitoral. As informações são do Poder 360.

Durante a live, no entanto, o presidente mudou o tom e afirmou que há “indícios fortíssimos ainda em fase de aprofundamento que nos levam a crer que temos que mudar esse processo eleitoral”. E completou: “Não temos provas, vamos deixar bem claro, mas indícios“.

Em uma postagem, o TSE afirma que “ a apuração dos resultados é feita automaticamente pela #UrnaEletrônica ao encerramento da votação. Os dados criptografados são transmitidos ao @TSEjusbr, que checa a autenticidade/integridade e faz a totalização, em processo público e auditável”, diz uma postagem.

Na live, o presidente disse que a contagem dos votos da eleição se daria “numa sala secreta do TSE”.

“É justo quem tirou o Lula da cadeia, quem o tornou elegível, ser o mesmo que vai contar o voto numa sala secreta do TSE? Cadê a contagem pública dos votos? Que eu quero eleições no ano que vem, vamos realizar eleições no ano que vem, mas eleições limpas, democráticas, sinceras”, declarou o presidente.

Outra postagem do tribunal diz que Índia, Rússia, França e EUA estão entre os países que usam, em algumas regiões, o voto inteiramente digital (sem impressão). O TSE usou dados do IDEA (Instituto Internacional para a Democracia e Assistência Eleitoral, na sigla em inglês) para afirmar que no mundo todo, 27 países (de 178 analisados) usam tecnologia eletrônica em eleições nacionais.

Bolsonaro disse que o sistema eletrônico de votação só existe no Butão e em Bangladesh, além do Brasil.

O chefe do Executivo mudou o tom, e não falou em “provas” contra as eleições. Disse que há “indícios fortíssimos ainda em fase de aprofundamento que nos levam a crer que temos que mudar esse processo eleitoral”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara de JP retoma trabalhos presenciais em formato híbrido

Foto: divulgação/CMJP

O presidente da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), Dinho (Avante), informou que a sessão de abertura do segundo semestre será realizada, de forma híbrida, no dia 10 de agosto (terça-feira). O anúncio foi feito no encerramento da Sessão Extraordinária realizada nesta quinta-feira (29), para votar 10 matérias de iniciativa do Executivo Municipal.

“Vamos retomar as atividades, de forma híbrida, no dia 10 de agosto, uma terça-feira, com a presença dos vereadores e do prefeito Cícero Lucena, que vem apresentar as metas do próximo semestre, para que possamos acompanhar e fiscalizar as atividades do Executivo”, informou Dinho.

O presidente ainda parabenizou os parlamentares pela presença na Sessão Extraordinária, mesmo em período de recesso legislativo, e pela aprovação das matérias. “Em nome da Mesa Diretora, agradeço a presença maciça dos vereadores, mesmo estando nesse curto período de recesso. Tivemos quórum suficiente para aprovar várias matérias de grande relevância para o município”, destacou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro volta a atacar Barroso: “Quem é ele?”

Foto: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar, mais uma vez, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, durante a live semanal ao lado de ministros de Estado e aliados.

Assim como já tinha feito em outras oportunidades, Bolsonaro acusou Barroso de arquitetar contra a aprovação da PEC do Voto Impresso, bandeira do bolsonarismo na Câmara Federal.

“Ele quer manter a suspeição das eleições? Quem ele é? Não quero acusá-lo de nada, mas algo muito esquisito acontece”, disse o presidente.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Bolsonaro fala em “indícios fortíssimos” e que “não tem como se comprovar se as eleições não foram ou foram fraudadas”

Imagem: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro utilizou mais de 30 minutos para fazer críticas a opositores, ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e para defender a adoção do voto impresso durante a live transmitida em sua página oficial nas redes sociais nesta 5ª feira (29.jul.2021).

O chefe do Executivo mudou o tom e não falou em “provas” que prometeu para indicar fraudes nas eleições anteriores. Disse que há “indícios fortíssimos ainda em fase de aprofundamento que nos levam a crer que temos que mudar esse processo eleitoral”. Ele havia prometido apresentar o que chama de “prova bomba” que houve fraudes em eleições anteriores.

Nos primeiros 40 minutos de transmissão, Bolsonaro não apresentou nenhum elemento relacionado a supostas irregularidades nos processos eleitorais. “Não tem como se comprovar se as eleições não foram ou foram fraudadas”, disse. Ele está acompanhado de uma pessoa identificada apenas como “Eduardo, analista de inteligência”, que deverá apresentar supostas provas de fraudes nas eleições.

A transmissão está sendo acompanhada por jornalistas de veículos de imprensa, que não foram autorizados a fazer perguntas. A fala inicial de Bolsonaro serviu para que o mandatário repetisse temas que tradicionalmente aborda em suas declarações, como a defesa do voto impresso, chamado por ele de “voto democrático”.

“Nós queremos transparência, queremos a verdade, queremos eleições democráticas, o voto democrático. Quem pode ser contra isso? Quem quer a desestabilização de uma nação poderosa como a nossa? Outros países estão de olho aqui. O nosso fracasso é a vitória deles”, afirmou. Disse também que ganhe quem ganhar a eleição de 2022, “vamos respeitar a vontade popular”. Confira a matéria completa clicando aqui.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

Cabo Gilberto dispara: Quem manda no mandato dos deputados da ALPB é João Azevedo

Foto: Nyll Pereira/ALPB

A aplicação dos recursos federais no combate à covid-19 na Paraíba é questionada pelo Tribunal de Contas do Estado no relatório de acompanhamento da gestão. A auditoria, realizada no primeiro semestre desse ano, apontou que 69% dos recursos utilizados até 30/06/2021, têm por origem valores recebidos por transferência do Governo Federal, sendo que R$ 90 milhões ou cerca de 50% do total empenhado, são decorrentes de recursos recebidos em 2020 por conta do inciso I do art. 5° da LC 173/20 – fonte 119.

Em entrevista ao Blog do BG, o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL), comentou sobre o medo que a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) tem em abrir a CPI da Covid-19 no estado. “Só temos 9 assinaturas, na casa de Epitácio Pessoa. Precisamos, como determina o regimento, de 12 assinaturas. Hoje os parlamentares da base do governo eles não mandam no seu mandato, quem manda é João Azevedo. Eles falam de uma forma, quando o governador faz uma determinação eles mudam de opinião na casa do povo. A maioria dos parlamentares da base governista infelizmente se comporta dessa forma. Não tem interesse coletivo, o interesse é apenas do governo”, afirmou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Sobre possibilidade de ser candidato ao senado, Cássio afirma: “estarei pronto para colaborar da forma que for necessária”

Foto: reprodução

O ex-senador Cássio Cunha Lima não negou a possibilidade de disputar uma vaga para o Senado Federal em 2022. O ex-parlamentar afirmou que fica feliz e lisongeado com as manifestações de apoio e as lembranças pelo seu nome.

De acordo com Cássio, o pré-candidato a governador Romero Rodrigues coordenará a decisão sobre qual o nome que irá ocupar a chapa da majoritária para o senado federal.

“Romero coordenará esse assunto com as forças políticas e o povo paraibano”, afirmou o ex-senador.

Cássio ainda afirmou que “estará pronto para colaborar da forma que for necessária”. Ele ponderou ainda que os compromissos de trabalho que ele assumiu serão pesados e ponderados, para se chegar a uma melhor decisão.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

URGENTE: PSDB anuncia apoio a Romero Rodrigues para o governo do estado em 2022

Foto: reprodução

Em coletiva na tarde desta quinta-feira (29), o PSDB anunciou que de maneira consensual e unida irá apoiar o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), para a disputa do governo do estado em 2022.

Durante a cerimônia, Pedro Cunha Lima não poupou críticas aos gastos públicos do governador João Azevêdo.

Estiveram presentes na coletiva o presidente do PSDB na Paraíba, Deputado Federal Pedro Cunha Lima, Deputada estadual Camila Toscano, Deputado Estadual Tovar Correia Lima e outras lideranças do partido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Deputado paraibano é bloqueado no Instagram

Foto: Divulgação

O deputado estadual paraibano, Cabo Gilberto (PSL), informou através de um post no Instagram, nesta quinta-feira (29), que não pode ser mencionado por seus seguidores da rede social, o parlamentar se mostrou indignado com a situação e afirmou que esta sendo censurado.

“Estamos sendo censurados, só temos esse meio de comunicação com a população” publicou o deputado.

A medida tem sito bastante utilizada pelo Instagram nos últimos meses, contra perfis que tem espalhado fake news na rede social. Em abril deste ano o presidente Jair Bolsonaro teve conteúdo bloqueado, pelo Instagram, por veicular informações falsas pela rede social. O presidente havia compartilhado um vídeo gravado em que uma pessoa distorcia informações divulgadas pelo jornal El País na Espanha e no Brasil, além de comparar publicações distintas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

EXCLUSIVO: PSDB não anunciará Cássio como candidato em 2022

Foto: reprodução

Fontes exclusivas do Blog do BG ligadas ao ex-senador confirmaram: Cássio Cunha Lima não será candidato em 2022. De acordo com informações, o evento será para confirmar o apoio do PSDB a candidatura de Romero Rodrigues (PSD) ao Governo no estado.

O Blog procurou o ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), para saber se ele estaria presente na coletiva que acontece logo mais, mas ele não respondeu nossos contatos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *