Política

AGORA: Ana Cláudia entrega cargo a João Azevêdo e Veneziano é chamado na granja para conversa com governador

Divulgação

A secretária de Estado do Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo, entrou nesta terça-feira (18) o cargo que ocupava no Governo do Estado, cumprindo uma sinalização que já havia sido feita pelo seu esposo, o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB).

Ana Cláudia falou pessoalmente com o governador, ocasião em que fez um balanço das ações à frente da pasta e agradeceu pelo tempo em que exerceu a função administrativa.

Azevêdo, porém, solicitou uma conversa com Veneziano Vital. A reunião entre eles está ocorrendo na tarde desta quarta-feira (19), na Granja Santana, e envolve o contexto político de 2022 e a relação dos dois políticos na disputa eleitoral deste ano.

Veneziano Vital do Rêgo é cotado para disputar o Governo da Paraíba com o apoio do Partido dos Trabalhadores (PT) em meio a um distanciamento com o atual governador. A postulação do emedebista já conta, inclusive, com o apoio da direção nacional do MBD e com a simpatia do ex-presidente Lula.

Resta saber, agora, qual será o fruto do diálogo entre Veneziano e João Azevêdo.

Polêmica Paraíba

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

NÃO AGRADOU: Chegada de Moro foi um “presente de grego” ao Podemos

Foto: Divulgação

Dois meses e meio depois de filiar ao Podemos, Sérgio Moro deve migrar para o União Brasil. A possibilidade surigu após a aproximação do ex-juiz com o deputado federal paraibano Julian Lemos, atualmente filiado ao PSL que se fundiu com o DEM para criar a nova legenda.

Nos bastidores, a decisão já tem o aval da deputada Renata Abreu, presidente nacional do Podemos, após uma debandada de fiiados para os palanques do presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Os parlamentares reclamam do perfil individualista do ex-juiz, que toma decisões sozinho e tem agendado conversas classificadas como “atrapalhadas” por aliados.

Moro chegou ao Podemos com status de salvador da Pátria e principal nome da terceira via, mas sua chegada ao Podemos vem causando estragos e Renata Abreu quer se livrar o quanto antes desse “presente de grego”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ELEIÇÕES 2022: Rede trabalha para filiar João Azevedo ao partido

Foto: Legenda

Após rumores da filiação entre Cidadania e o PSDB, o deputado estadual Chió (Rede) afirmou que está otimista para trazer o governador João Azevêdo para a legenda de Marina Silva. Em entrevista a Rede Mais Rádio, nesta terça-feira (18), Chió adiantou que um convite extra oficial já foi feito ao chefe do executivo estadual.

“O governador não está muito preocupado em estrutura partidária. O mais importante para o governo é a segurança. Ele já tem uma base política ampla, o que ele precisa é de segurança. João foi eleito dentro de um espectro de centro-esquerda no estado e ele tem que se manter alinhado a isso, com um partido anti-bolsonarista e a favor da ciência.”, afirmou.

Apesar de ainda não ter anunciado oficialmente, João Azevêdo estuda deixar o Cidadania   deve buscar outra legenda para disputar as eleições, caso a federação entre o Cidadania e o PSDB se concretize, já que João Azevedo não pretende dividir o mesmo palanque com o deputado federal Pedro Cunha Lima, que se lançou como pré-candidato dos tucanos no mês passado.

Há convites do PSD,  MDB e uma possível volta ao PSB, depois que Ricardo Coutinho deixou o partido. Resta saber em qual partido o governador deve esolher. Opções ele tem.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“SE ME CHAMAR, EU VOU”: Léo Bezerra fala sobre disputa por vaga na Câmara Federal

Leo Bezerra

Apesar de afastar a possibilidade de disputar uma vaga na Câmara Federal, o vice-prefeito de João Pessoa, Leo Bezerra (Cidadania), afirmou que só depende de um convite do partido para se lançar como pré-candidato a deputado federal.

“Eu fico muito feliz em ter meu nome lembrado, mas confesso que isso partiu de uma pergunta feita por um jornalista e eu disse a ele que a condição em ser candidato estava no diálogo com o meu partido, com o meu agrupamento, eu faço parte de um grupo político. E disse que no momento certo eu iria conversar com o partido sobre uma candidatura”, disse em entrevista a Arapuan.

Ao ser questionado se vai respeitar o posicionamento do pai, o deputado estadual Hervazio Bezerra (PSB), que é contra a ideia, Léo pontuou que as atenções estão voltadas para a gestão da capitl

“Na verdade, todo pai quer o melhor para o filho, como ele mesmo disse. Mas acho que tudo na vida são conjecturas, são momentos. E o momento agora é de cuidar da cidade. Haverá um momento certo para falar sobre política, sobre o partido, com as nossas lideranças e amigos. Hoje estou focado nesse novo momento de gestão em João Pessoa”, afirmou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

APÓS COBRANÇAS: Lígia Feliciano rebate filiados mas nao confirma apoio a Ciro

Foto: reprodução

A vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), pré-candidata a governadora, reagiu à cobrança de militantes do PDT para que ela declare apoio ao ex-ministro Ciro Gomes (PDT) nas eleições deste ano. Cerca de 100 pedetistas estão chateados com Lígia, por causa da aproximação dela com o PT, que tem como pré-candidato o ex-presidente Lula.

Em entrevista ao programa Hora H na Rede Mais Rádio, a vice-governadora dementiu os filiados, que alegavam falta de transparência nas ações do casal Feliciano e afirmou que a legenda tem buscado ouvir suas lideranças.

“O PDT tem sua sede com portas abertas. Já fizemos várias reuniões em torno da nossa candidatura à governadora do Estado. Tivemos reunião da executiva estadual e tivemos total apoio da executiva nacional. Nessas reuniões discutimos a possibilidade de fazer uma aliança com o PT. Eu jogo muito claro como sempre fiz em todas as campanhas”, destacou.

A vice-governadora enfatizou que tem buscando aproximação de ao menos quatro legendas as quais, segundo ela, tem mais “afinidades” com o PDT. “Eu estou dialogando com PSB, PV, PCdoB e PT. Esses eu já comecei os diálogos e conversas”, destacou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

É um equívoco o PT ignorar Dilma, ela tem presença nacional, diz Temer

O ex-presidente Michel Temer (MDB) definiu como um “equívoco” a suposta tentativa do PT de afastar Dilma Rousseff das negociações do partido.

A também ex-presidente nem foi chamada ao jantar entre Lula e o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido), especulado como possível vice da chapa.

“Ela foi presidente da República, ela tem seus adeptos. Acho que ela pode colaborar com a campanha. Vou dar um palpite aqui com muito cuidado, mas acho um equívoco ignorarem, porque ela tem uma presença. É uma presença nacional que pode ser utilizada, não tenho dúvidas disso”, afirmou ao podcast “Descomplica, Kelly”.

Na última sexta-feira (14), Lula e Dilma se reuniram em São Paulo. Foi o primeiro encontro entre os dois neste ano, em meio à repercussão sobre o suposto afastamento da ex-presidente.

Em entrevista também recente ao jornal O Globo, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo afirmou que houve um “ruído de comunicação” que fez com que o convite para o jantar com Alckmin não chegasse a Dilma e assumiu a responsabilidade pelo episódio.

Desde o jantar em que não foi convidada, Dilma Rousseff tem recebido afagos de aliados. A Fundação Perseu Abramo, da qual a petista é presidente de honra, divulgou nota de solidaredade.

“O golpe contra Dilma foi um golpe contra a democracia, contra todas e todos nós.”

Dois dias depois, Dilma foi protagonista de um vídeo curto postado pelo partido, em que ela declama um trecho de “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, do português José Saramago. É chamada de “última presidenta legítima brasileira”.

FolhaPress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro anuncia plano para visitar Paraíba no próximo mês

O presidente Jair Bolsonaro deve desembarcar na Paraíba para cumprir agenda política no mês de fevereiro. Em conversas com apoiadores nesta terça-feira (18), o chefe do executivo nacional anunciou a visita ao estado e disse que também pretende ir ao Ceará.

“Mês que vem vou estar na Paraíba e no Ceará. Passei em Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru”, afirmou.

Havia a expectativa do presidente vir ao estado ainda no mês de janeiro, para participar de uma motociata com apoiadores. Alegando questões médicas e agendas prioritárias, no entanto, ele cancelou o compromisso.

A última agenda de Bolsonaro na Paraíba foi em outubro de 2021.

Na ocasião, o presidente veio ao estado para inauguração da obra do trecho final do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco, em São José de Piranhas, no sertão do estado.

MaisPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

ATÉ 28 DE JANEIRO: PF tem tem 10 dias para tomar depoimento de Bolsonaro sobre vazamento de dados

Divulgação

Polícia Federal tem até o dia 28 de janeiro para tomar o depoimento do presidente Jair Bolsonaro sobre o vazamento de documentos sigilosos. O prazo foi estabelecido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que é relator de um inquérito que apura a divulgação de informações sigilosas de uma investigação sobre um ataque ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral.

Em agosto do ano passado, Bolsonaro divulgou em redes sociais o link com a íntegra de um inquérito sigiloso da PF que apura um ataque ao sistema interno do TSE, em 2018. Segundo o inquérito, um hacker teve acesso ao código-fonte das urnas, mas sem nenhuma consequência, porque isso não possibilita nenhuma alteração da votação.

O inquérito cujo conteúdo foi divulgado pelo presidente ainda não foi concluído pela PF. Por lei, o servidor público tem obrigação de proteger informações sigilosas.

Bolsonaro foi intimado a prestar depoimento presencial. Essa deve ser uma das últimas etapas da investigação.

A PF já ouviu o deputado Filipe Barros (PSL-PR), que teve acesso ao material e participou da live com Bolsonaro. Também já foi ouvido o delegado que cuidava da apuração sobre o ataque ao TSE.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

TUDO PELA ELEIÇÃO: Ricardo Coutinho recorre ao STF para se livrar da inelegibilidade

Divulgação

A defesa do ex-governador Ricardo Coutinho (PT) apresentou um recurso extraordinário no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que o tornou inelegível por abuso de poder econômico nas eleições de 2014.

Em síntese, os advogados pedem para suspender os efeitos da condenação e restabelecer a elegibilidade. O recurso será julgado pela ministra Cármem Lúcia.

Ricardo é pré-candidato ao Senado e tenta uma brecha jurídica para que possa se candidatar a um cargo eletivo. Recém-filiado ao Partido dos Trabalhadores, Coutinho, seguindo o entendimento da Corte Eleitoral, está impedido de disputar a eleição de outubro.

Além da briga jurídica com a Justiça Eleitoral, o ex-governador deve ter as contas analisadas na próxima semana na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Se seguir o entendimento e a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), a Casa de Epitácio Pessoa poderá tornar Coutinho inelegível.

Mais PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

:EXERCÍCIO 2018: TCE retoma julgamento das contas de Ricardo Coutinho na próxima segunda-feira

Divulgação

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) retoma a apreciação das contas do Governador do Estado, relativas ao exercício de 2018, em sessão exclusivamente remota às 10hs.

No mês passado, o Pleno adiou o julgamento do recurso de reconsideração do ex-governador Ricardo Coutinho contra a reprovação de suas contas relativas ao exercício financeiro de 2017.

Coutinho apresentou ofício ao relator das contas, conselheiro Antonio Gomes Vieira Filho, afirmando que gostaria de participar do julgamento do recurso, mas que estava impossibilitado, já que se recupera atualmente de uma cirurgia no nariz.

Ele afirmou que necessitava de sete dias para uma plena recuperação. O pedido de adiamento foi acatado por unanimidade pelos conselheiros.

Em sessão realizada no mês de junho, o conselheiros emitiram parecer contrário à aprovação das contas. O voto do conselheiro relator, Antônio Gomes Vieira Filho, foi aprovado à unanimidade pelos membros da Corte.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *