Polêmica

DANOS MORAIS, MATERIAIS E ESTÉTICOS: o Hospital e Maternidade CLIM foi condenado a indenizar paciente

Imagem: reprodução

O Hospital e Maternidade CLIM foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais, materiais e estéticos. O caso é de uma paciente que sofreu queimaduras provocadas por bisturi elétrico durante uma cirurgia cesariana a que foi submetida. De acordo com a sentença do juízo da 2ª Vara Cível da Capital, o hospital deverá pagar a quantia de R$ 12 mil, a título de danos morais; de R$ 516,79 de danos materiais; e de R$ 8 mil em relação aos danos estéticos experimentados pela autora.

A sentença foi mantida pela Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba no julgamento do Agravo Interno na Apelação, sob a relatoria do Desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira.

“É incontroverso nos autos que a autora, ora agravada, foi submetida a cirurgia cesariana, realizada nas dependências do hospital promovido, ora agravante, em 16 de janeiro de 2016, ocasião em que, por um problema de funcionamento no bisturi elétrico manejado por um dos profissionais médicos que conduziam a intervenção cirúrgica, a recorrida sofreu queimaduras de terceiro grau em seu membro inferior esquerdo, consoante demonstram as fotografias colacionadas com a petição inicial”, destacou o relator do processo.

O relator frisou que no caso apreciado a causa direta das lesões ocasionadas à paciente não foi a atuação do profissional médico, mas o defeito no equipamento fornecido pelo hospital, em razão do que o estabelecimento não pode se eximir do dever de reparar os danos, os quais foram amplamente comprovados durante a instrução processual.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

DEMITIDO: Maurício Souza deixa Minas Tênis Clube após publicações homofóbicas

Imagem: reprodução

Após publicações homofóbicas, o jogador de vôlei Maurício Souza foi demitido do Minas Tênis Clube. A informação foi confirmada no perfil oficial do time, no Twitter, na tarde desta quarta-feira (27).

Imagem: reprodução

O atleta já havia sido multado e afastado do clube por tempo indeterminado nesta terça-feira (26). O clube, inclusive, foi cobrado por patrocinadores para tomar “medidas cabíveis”.

Dentre as medidas adotadas pelo Minas Tênis Clube, o atleta também deveria se retratar publicamente. Ele pediu desculpas, mas escolheu uma conta com o menor número de seguidores para publicar a declaração.

Blog do BG com Diário do Nordeste

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Polícia diz que arma usada por Alec Baldwin pode ter disparado projétil de chumbo

Images: AFP; Angela Weiss/AFP

Autoridades americanas participaram de entrevista coletiva, nesta quarta-feira (27), para falar sobre o disparo de arma de fogo que matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set do filme “Rust”.

O xerife do condado de Santa Fé, Adan Mendoza, afirmou que as autoridades recuperaram um projétil de chumbo que foi disparado da arma usada pelo ator Alec Baldwin na semana passada, segundo a agência de notícias Reuters. As gravações aconteciam no estado do Novo México.

Ele também afirmou que dois membros da equipe – o diretor assistente e armeiro do filme – manusearam a arma antes que o ator e produtor Alec Baldwin disparasse o tiro fatal. “Todos os três indivíduos cooperaram na investigação e prestaram depoimentos”, afirmou Mendoza.

A promotora do condado de Santa Fé, Mary Carmack-Altwies, foi questionada sobre quem será acusado, mas se esquivou da pergunta ao responder que as investigações ainda estão em curso. Carmack-Altwies também disse que os investigadores ainda não podem dizer se foi negligência ou de quem neste momento.

A polícia está fazendo testes para determinar se o projétil de chumbo recuperado do ombro do diretor Joel Souza foi disparado de uma arma – um revólver Colt longo – usada por Baldwin.

Blog do BG com G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

VÍDEO: Mulheres caem de Kombi em movimento no Rio de Janeiro e reação viraliza

‘Adrenalina pura’ – O que poderia virar uma tragédia acabou viralizando nas redes sociais como comédia. No vídeo, quatro mulheres que caíram de uma kombi em movimento em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, comentam o acidente e mostram os machucados. Apesar do susto, elas brincam:

“Caraca, adrenalina pura, eu nunca caí de uma kombi. Só em Belford Roxo existe kombi, eu não aguento mais Belford Roxo. Me tira de Belford Roxo, gente”, diz a autora do vídeo, Rose Flores.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

VÍDEO: Acusado de feminicídio é retirado do próprio julgamento por “crise de miado”

Um caso inusitado acabou interrompendo um julgamento nesta terça-feira (26), na cidade de Mendoza, na Argentina. Um homem teve uma “crise de miado” e obrigou que a magistrada interrompesse a sessão que o julgava.

O réu se chama Nicolas Gil Pereg e tem 40 anos. Ele é julgado por acusações de ter matado a própria mãe e a tia, ainda em 2019. O homem é israelense e recebeu as parentes em 12 de janeiro daquele ano — em 26 do mesmo mês a polícia achou os corpos das mulheres enterrados no quintal de Nicolas.

Formado em engenharia eletrônica e tendo o status de ex-soldado de Israel, Nicolas foi para Argentina tentar montar um restaurante ainda em 2009.

Assim que entrou no tribunal, Nicolas foi colocado em um banco em frente à juíza. Quando a magistrada começou a falar, o homem começou a “miar”, e mesmo ela tendo pedindo silêncio, o israelense não parou. O resultado foi a retirada do tribunal.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

Após pressão de patrocinadores, Mauricio Souza é afastado de time de vôlei por comentário considerado homofóbico

Imagem: reprodução

Após pressão do patrocinadores, o Minas Tênis Clube decidiu afastar Maurício Souza depois do jogador fazer uma publicação considerada homofóbica no Dia das Crianças. A decisão tomada pela diretoria do time mineiro não é definitiva. O atleta poderá se retratar publicamente para continuar no time.

A Fiat e a Gerdau, principais patrocinadoras da equipe de vôlei do Minas, se manifestaram nesta terça-feira, 26, sobre as recentes declarações homofóbicas do jogador. “Estamos atentos aos últimos acontecimentos envolvendo o time de vôlei Fiat Minas Gerdau e o jogador Maurício Souza, e portanto, cobrando as medidas cabíveis, de acordo com o nosso posicionamento inegociável diante do respeito à diversidade e à inclusão”, informou a montadora italiana por meio de suas páginas nas redes sociais.

A Gerdau, que também tem seu nome associado ao time, também repudiou as distintas formas de preconceito. “Repudiamos qualquer tipo de manifestação de cunho preconceituoso ou homofóbico. Já solicitamos a posição oficial do clube sobre as tratativas necessárias ao caso para adotar as medidas cabíveis, o mais breve possível. Reforçamos nosso compromisso com a diversidade e inclusão, um valor inegociável para a companhia”, informou a empresa.

Recentemente,  Maurício Souza criticou a história em quadrinhos do novo Super-homem beijando outro homem. “Ah é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar”, escreveu o jogador.

O jogador também criticou decisão da TV Globo de usar pronome neutro em suas novelas, reconhecendo pessoas que preferem não se identificar a um gênero específico.

A postagem repercutiu bastante. Douglas Souza, companheiro de Maurício na seleção, decidiu também entrar no debate. Sem citar o colega de profissão, o ponteiro celebrou a escolha da DC pela bissexualidade do super-homem.

Após a repercussão, Maurício usou as redes sociais de forma enigmática, sem dizer a quem se referia. “Hoje em dia o certo é errado e o errado é certo… Não se depender de mim. Se tem que escolher um lado eu fico do lado que eu acho certo! Fico com minhas crenças, valores e ideias”, escreveu.

Blog do BG com iG e Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

VÍDEO – RESSUSCITA: corpo de pastor que prometeu ressuscitar em três dias é enterrado

Imagem: reprodução

Foi enterrado na noite dessa segunda-feira (25) o corpo do pastor evangélico Huber Carlos Rodrigues. Ele afirmou que ressuscitaria após três dias de sua morte. O caso aconteceu na cidade de Goiatuba, em Goiás. A funerária responsável pelo preparo do corpo chegou a esperar o prazo dado pelo religioso, em respeito à família. Às 23h30min do terceiro dia, momento informado pelo pastor para o acontecimento do milagre, ele permanecia morto.

A empresa liberou, então, o caixão para sepultamento. Um canal de TV da cidade acompanhava a movimentação no local. Naquela hora, uma multidão aguardava do lado de fora da funerária, esperando pela ressurreição que não ocorreu. Pessoas chegaram a se deslocar ao cemitério responsável pelo enterro, aguardando a chegada do carro fúnebre. Confira o vídeo abaixo:

Antes que o corpo fosse levado à cova, o grupo chegou a gritar exigindo a abertura do caixão. Os responsáveis pela descida do cadáver chegaram a se entreolhar, mas o coveiro negou a exumação. O enterro aconteceu normalmente, apesar dos protestos.

Pastor havia prometido ressurreição em 2008 – A promessa de voltar à vida havia sido feita há tempos pelo pastor. Em 2008, Huber escreveu e assinou uma carta, na qual disse ter sido “revelado pelo Espírito Santo” que ele ressuscitaria. O suposto milagre, que não ocorreu, aconteceria às 23h30min do terceiro dia após o óbito.

O religioso foi internado com Covid-19 em agosto deste ano, e faleceu na última sexta-feira, 22. Ele havia chegado a melhorar da doença, sendo transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto regular, mas apresentou complicações e foi a óbito.

Blog do BG com O Povo

Opinião dos leitores

  1. Esse reporterzinho de meia tigela. Ele não fala coisa por coisa. E nao sei o quer. E foi e vai. E nao sabe ou não pode dizer nomes. Sinceramente. Ê de Inritar mesmo!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

O TEMPO FECHOU: Caminhoneiro Zé Trovão que estava foragido se apresenta à PF em SC

Imagem: Reprodução

O caminhoneiro Marcos Antonio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, apresentou-se espontaneamente à Polícia Federal em Joinville, no Norte de Santa Catarina, nesta terça-feira (26), informou a defesa dele. Ele é morador da cidade.

De acordo com a nota da defesa dele, o caminhoneiro “está ao dispor da Justiça para provar sua inocência”. Antes Gomes estava foragido no exterior. Ele foi localizado pela PF no México em setembro.

O caminhoneiro foi alvo de um mandado de prisão em 20 de agosto expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A ação investiga incitação a atos violentos e ameaçadores contra a democracia.

Blog do BG com G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

CAIU, MAS PASSA BEM: Ana Maria Braga é internada em São Paulo após sofrer queda em casa

Divulgação

A apresentadora Ana Maria Braga, de 72 anos, está internada no Hospital Beneficiência Portuguesa, em São Paulo. O atendimento médico foi necessário após a artista sofrer uma queda em casa, na tarde deste domingo (24). Apesar da internação, a assessoria da apresentadora afirma que Ana está bem.

De acordo com a assessoria, detalhes do episódio serão contados na edição desta segunda-feira (25) do programa Mais Você, que será apresentado por Fabrício Battaglini e Talitha Morete.

O Hospital Beneficiência Portuguesa afirmou que não há, ainda, boletim médico e que as informações oficiais serão passadas pela assessoria da artista.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Pamella Holanda diz não se sentir segura com soltura de DJ Ivis após 3 meses

Foto: Instagram/pamellaholanda

A influenciadora digital Pamella Holanda usou suas redes sociais neste sábado (23) para fazer um desabafo sobre a decisão da Justiça do Ceará, que mandou soltar o músico DJ Ivis, 30, seu ex-marido. “Não me sinto segura nem plenamente satisfeita”, afirmou.

“Estamos bem na medida do possível. Mais do que na Justiça confiamos em Deus, que tem nos sustentado, dado forças e nos iluminado em todo e qualquer passo que damos”, afirmou ela nos stories do Instagram, se referindo a ela e a filha que tem com DJ Ivis.

“Obviamente não me sinto segura nem plenamente satisfeita com os atuais fatos, mas eu preciso honrar meus compromissos profissionais e continuar com minhas obrigações pessoais, tomando todas as medidas possíveis de segurança, não só física, mas emocional”, completou.

Ela também postou uma nota de seus advogados afirmando que “todas as medidas protetivas de urgência continuam em vigor e que permanece o acusado [DJ Ivis] proibido de ter qualquer convivência e/ou contato com a ofendida [Holanda] ou se aproximar dela e de seus familiares seja física ou por qualquer outro meio de comunicação”.

Conhecido como DJ Ivis, o músico Iverson de Souza Araújo, foi solto na noite de sexta-feira (22), após mais de três meses de prisão. Ele estava em uma cadeia do Ceará desde o dia 14 de julho, após Holanda denunciá-lo por uma série de agressões. Ela chegou a divulgar vídeos da violência.

Com informações FolhaPress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *