Política

Bolsonaro impõe sigilo de 100 anos sobre acesso dos filhos ao Planalto

Foto: Carolina Antunes/PR/reprodução

O governo do presidente Jair Bolsonaro determinou o sigilo de cem anos a respeito de dados dos crachás de acesso ao Palácio do Planalto em nome dos filhos Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). A informação é da revista “Crusoé“, que requisitou acesso por meio da Lei e Acesso à Informação (LAI).

Como resposta, a Secretaria-Geral da presidência justificou que as informações solicitadas “dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem dos familiares do senhor Presidente da República, que são protegidas com restrição de acesso, nos termos do artigo 31 da Lei nº 12.527, de 2011”.

Entre abril de 2020 e junho de 2021, a publicação mostrou que o vereador Carlos Bolsonaro visitou o Palácio do Planalto 32 vezes. Já em abril, Eduardo Bolsonaro esteve três vezes no gabinete presidencial.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Após motociata, Bolsonaro volta a criticar atual sistema de votação: ‘não aceitaremos farsa’

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender neste sábado (31) a necessidade de mudanças no atual sistema de votação. Durante evento com motociclistas em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, ele defendeu “eleições limpas, da forma que o povo deseja”.

“Não aceitaremos uma farsa”, acrescentou Bolsonaro a uma plateia de apoiadores, sem fazer referência direta ao voto impresso. Na última quinta-feira, o presidente havia apresentado, durante transmissão ao vivo nas redes sociais o que chamou de ‘indícios’ ao mesmo tempo, admitiu não ter provas de irregularidades.

Bolsonaro e seu grupo político defendem eleições com a impressão de comprovante em papel, como forma de garantir, segundo o presidente, que não haja fraudes. No evento de hoje, Bolsonaro disse desejar a democracia. Logo em seguida, qualificou a palavra utilizada (“democracia”) ao acrescentar: “Mas repito, eleições democráticas”.

O presidente também disse que o seu governo “acredita em Deus, respeita a família e rende homenagem a militares”. Além disso, disse que “sabia que não seria fácil”, mas que era preciso “mudar o destino do Brasil”.

“Agradeço a Deus por minha vida. Este evento de hoje marca também nossa vida. Não existe satisfação maior para político que ser recebido desta forma em qualquer lugar do Brasil”, afirmou o presidente. “Mais importante que a própria vida é a nossa liberdade”, acrescentou.

Bolsonaro disse ainda que, na função de presidente da República, faz o que o povo quer que seja feito. “Tudo faremos para que nosso Brasil seja realmente uma grande nação”, disse, sem dar detalhes a que se referia. “Não dou recado, apenas transmito o que recebo de vocês”, acrescentou, também sem explicar a referência.

Para esta tarde, está prevista uma visita de Bolsonaro ao Hospital de Esperança, antigo Hospital Regional do Câncer, na cidade. O hospital será oficialmente credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Com informações de Estadão Conteúdo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Mourão nega renúncia e diz que segue no governo Bolsonaro ‘até o fim’

Foto: Reprodução Internet

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) fez uma publicação, neste sábado(31), em seu Twitter, afastando a possibilidade de renúncia ao cargo. Além disso, ele disse que continuará a exercer o posto de vice do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “até o fim”, apesar de acumular atritos com o chefe do Planalto.

Imagem: Reprodução Twitter

Vale lembrar que na última segunda-feira (26), o presidente Jair Bolsonaro fez duras críticas à atuação do vice e afirmou que “por vezes” ele atrapalha o governo. Em entrevista, o presidente disse que a função de vice é similar a do cunhado: “Você casa e tem que aturar, não pode mandar embora”, afirmou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CONFUSÃO: PT se rebela contra filiação de Ricardo Coutinho

Foto: Divulgação Assessoria de Imprensa

De fato, o possível retorno de Ricardo Coutinho ao PT não tem agradado muita gente pela Paraíba, não. Em reunião realizada na manhã desta sábado (31), para debater os rumores sobre um possível pedido de filiação do ex-governador ao PT, a maioria das forças representativas na instância partidária se posicionou contrária ao seu retorno aos quadros da legenda.

Foto: Divulgação Assessoria de Imprensa

A reunião foi realizada com participação do deputado federal Frei Anastácio e o deputado estadual Anísio Maia, com apoio do prefeito de Picuí, Olivânio Dantas, numa reunião ampla, democrática e com muito debate. As forças tomaram essa posição visando, principalmente, o fortalecimento da campanha de Lula na Paraíba, com as forças progressistas. Também foi ressaltado na reunião que o Partido dos Trabalhadores deve continuar se pautando em posições democráticas, construídas sem interferências autoritárias.
Foi definido também que, caso o assunto da filiação de Ricardo Coutinho ao PT seja pautado oficialmente na instância partidária, as forças se posicionarão de forma unificada e contrária a filiação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

EITA, DOIDEIRA! Prefeito do PSDB do sertão ignora Romero e declara voto em João; Veja vídeo

Foto: Reprodução

O apoio do PSDB a Romero Rodrigues, como pré-candidato ao governo do estado, nas próximas eleições, parece não ser unânime dentro do próprio partido. É que o prefeito de Marizópolis, Luquinha do Brasil (PSDB), ignorou totalmente Romero e informou que deve apoiar o atual governador da Paraíba João Azevêdo em 2022.

As contradições partidárias não param por aí. Luquinha também afirmou que deve votar no deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), que faz oposição ao governador da Paraíba e no deputado estadual Júnior Araújo (Avante), braço direito de João Azevêdo na Assembleia Legislativa.

Veja a entrevista do Prefeito de Marizópolis ao Diário do Sertão:

Além disso, Luquinha garantiu apoio ao deputado federal Efraim Filho (DEM), que deve ser candidato ao Senado em 2022. “Efraim é um amigo de longas datas… Com certeza Marizópolis terá não só um senador, como também um amigo”, disse o prefeito Luquinha do Brasil.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

A INTERCESSORA: Gleisi conversa com integrantes do PT da Paraíba e retorno de Ricardo Coutinho fica mais próximo

Foto: reprodução / Instagram

Parece que a volta de Ricardo Coutinho (PSB) para o PT está cada vez mais próxima. Depois do ex-governador da Paraíba publicar uma foto ao lado do ex-presidente Lula e da presidente nacional do PT, a própria Gleisi Hoffmann estaria fazendo uma série de contatos pessoais, com integrantes do PT estadual, para interceder em favor do retorno de Ricardo Coutinho ao seio petista na Paraíba.

De acordo com informações que circulam nos bastidores da política paraibana, Gleisi deve entrar em contato com as principais lideranças do PT na Paraíba, como o diretório municipal e presidência estadual, além de outros nomes, como Frei Anastácio, Luis Couto e Anísio Maia.

Caso a cúpula nacional do PT não obtenha um resultado positivo, ao que tudo indica, há possibilidade, mais uma vez, da “cordialidade” ser colocada de lado e a dissolução do comando petista na Paraíba comece a ser providenciada.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Alexandre de Moraes manda PF retomar investigações contra Bolsonaro de possível interferência

Foto: Rosinei Coutinho/STF

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou nesta sexta-feira (30) a retomada das investigações do inquérito que apura as acusações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro tentou violar a autonomia da Polícia Federal.

Moraes ressaltou que o prosseguimento da apuração não precisa aguardar a definição do Supremo sobre o formato do depoimento do chefe do Executivo neste caso. O julgamento do tema está marcado para setembro.

“Determino a imediata retomada da regular tramitação deste inquérito, independentemente do julgamento do agravo regimental interposto pelo presidente da República Jair Bolsonaro, que está previsto para data breve, 29/9/2021.”

Folhapress

Opinião dos leitores

  1. O bandido investigando o xerife, isso só acontece nesse país, por enquanto, desmoralizado!

  2. INADMISSÍVEL que este STF, continue a dar pitacos em todos os assuntos no Governo, o Regime e Presidencialista, não e Parlamentarista. Esta descarado o abuso destas autoridades.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

PAU MANDADOS: Deputado afirma que governador manda na assembleia e que deputados não tem autonomia para instalar CPI na PB

Foto: reprodução

Deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas), afirmou em entrevista ao Blog do BG que deputados da Assembleia Legislativa não têm autonomia para instalar uma CPI que investigue os gastos do governador João Azevêdo (Cidadania) durante a pandemia do Covid-19.

De acordo com Walber, ele já protocolou cerca de três pedidos de CPI, mas nenhum foi para frente devido ao regimento interno da Casa de Epitácio Pessoa.

O deputado critica ainda a interferência do governador João Azevêdo na Assembleia Legislativa, pois segundo ele, a “Assembleia é uma extensão do Palácio da Redenção”.

“João hoje manda na assembleia. A assembleia é uma extensão do Palácio da Redenção. Então há uma assembleia sem autonomia, uma assembleia sem foco, uma assembleia que segue as diretrizes do governo do estado. Então com a assembleia atuando dessa forma, é impossível instalar qualquer tipo de investigação em relação ao governador do estado.”, afirmou Virgolino.

De acordo com Walber, os deputados da situação são subservientes porque tem medo que algum tipo de investigação respingue neles.

“Eles são subservientes. Porque eles são coniventes e grande parte deles tem envolvimento com o governador atual e com o ex (Ricardo Coutinho). Eles tem medo que respingue neles. eles estão se protegendo”, finalizou o deputado.

Opinião dos leitores

  1. Verdade pura do deputado Válber, simples assim porque os governadores do Nordeste entraram na justiça para não depor na CPI da covid? Estranho muito estranho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

Deputado Walber Virgolino afirma que depois de Cássio, Romero é o melhor nome para disputa de governador na PB

Foto: reprodução

Para o deputado estadual Walber Virgolino (Patriotas), depois do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), Romero Rodrigues (PSD) é o melhor nome para disputar campanha para governador da Paraíba em 2022. De acordo com o deputado, Romero terá força para mostrar serviços em debates pelo estado.

“Eu acho que o nome mais forte seria o do senador Cássio Cunha Lima, mas ele já disse que não quer. Cássio fora do páreo, acho que Romero é a pessoa mais indicada porque já foi prefeito, a sua gestão é bem avaliada em Campina Grande e ele tem como mostrar serviço em debates e conversas pela Paraíba a fora”, afirmou Virgolino.

Walber parabenizou ainda o anúncio do PSDB afirmando que irá apoiar a candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues. De acordo com o deputado, essa aliança irá agregar muito a campanha do pré-candidato.

“É um grande partido. Com grandes políticos. Nós temos um ex-governador, um ex-senador, deputados federais, estaduais, pessoas que tem experiência na gestão pública e vem a agregar muito a pré campanha de Romero Rodrigues”, disse o deputado.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

Cícero classifica como natural apoio do PSDB a Romero e afirma que população quer saber de trabalho

Foto: Secom/JP

Em evento na manhã desta sexta-feira (30), o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP), classificou como “natural” o apoio do PSDB, seu antigo partido, a candidatura de Romero Rodrigues (PSD) ao governo do estado em 2022.

Para o prefeito, é natural que os partidos, há quase um ano do pleito, comecem a se articular para garantir espaços. “Mas eu tenho certeza que a população hoje está muito mais interessada em trabalho, em solução dos problemas” avaliou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *