Política

DE VOLTA AO PT: Ricardo Coutinho: “O maior partido da América Latina, também será o maior partido da Paraíba”

O ex- governador da Paraíba Ricardo Coutinho participou na tarde deste sábado, 04, na sede do Sindicato dos Bancários, na Avenida Beira Rio, na Capital,  de evento de filiação de novos membros do Partido dos Trabalhadores.

Na ocasião, Ricardo disse, que será muito importante a presença da juventude na construção do processo da retomada democrática.

Estiveram presentes ao evento os deputados estaduais Cida Ramos e Jeová Campos, o vereador pessoense Marcos Henrique, o ex-deputado federal Luiz Couto, a ex-vereadora Paula Frassinetti, os presidentes estadual e municipal do Partido dos Trabalhadores, Jackson Macêdo e Antônio Barbosa.

O evento foi transmitido ao vivo pelas redes sociais do ex-governador.

O ex-governador conta com o apoio do ex-presidente Lula e da deputada federal Gleisi Hoffmann, que comanda a legenda no país.

Por fim, Ricardo afirmou: “O maior partido da América Latina, também será o maior partido da Paraíba”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

PF intima Carla Zambelli para depor em inquérito sobre atos no 7 de Setembro; Deputada diz que mesmo sem ter acesso aos autos se fará presente

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) informou, neste sábado (4), que foi intimada pela PF (Polícia Federal) a depor no inquérito sobre atos no 7 de setembro. A ordem partiu do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

A audiência será realizada na manhã de domingo (5). Em carta, Carla Zambelli disse que não teve acesso aos autos e que se fará presente.

“Mesmo sem ter acesso aos autos, em respeito à Polícia Federal e à Constituição, me farei presente. É certo que para mim, o mar ficará agitado após essa oitiva, mas nada impedirá que mantenha minhas convicções e acredite naquilo que sempre defendi”, afirmou a deputada.

“Conclamo a todos meus amigos, eleitores e cidadãos brasileiros a comparecerem às manifestações da Nova Independência com o propósito de pacificar o país, e uni-lo em prol da defesa da Constituição e das liberdades, sem qualquer ato de violência ou ataque a quem quer que seja”, afirmou.

A deputada publicou um vídeo no Twitter neste sábado afirmando estará nas ruas “quantas vezes forem necessárias” para apoiar Bolsonaro. No vídeo, Carla Zambelli exibe filmagens de atos em que ela participou no dia da independência de 2015 e 2016. “O grito de liberdade é o mesmo e o problema é o mesmo: pessoas que s acham acima da lei e que tentam calar pessoas como eu”, disse.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

ELEIÇÕES 2022: “Vai ser um prazer votar no companheiro Ricardo Coutinho para o Senado”, diz presidente estadual do PT

Durante solenidade de filiação de novos membros do Partido dos Trabalhadores, entre eles, o ex-governador Ricardo Coutinho, na tarde deste sábado, 04, na sede do Sindicato dos Bancários, na Avenida Beira Rio, na Capital, o presidente estadual da legenda, Jackson Macêdo, disse que a Paraíba não aguenta mais eleger senador representante de grupo familiar oligárquico.

Segundo Jackson, chegou a hora do Estado ter um senador de esquerda.

“Chegou a hora da Paraíba ter prazer de ter um senador de esquerda, identificado com nosso projeto social, com nosso projeto político, identificado com nossa trincheira de luta”, afirmou Macêdo.

Jackson disse ainda: “A gente tem que ter muita clareza do que a gente quer em 2022”.

Por fim ele afirmou: “Nós vamos construir a maior vitória eleitoral da história do PT da Paraíba”.

O evento de filiação está sendo transmitido pelas redes sociais.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Atos marcados para o dia 7 de setembro lotam hotéis em Brasília

Tradicionalmente vazios nos feriados, hotéis de Brasília terão lotação máxima nos próximos dias. Dados da Abih-DF (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Distrito Federal) apontam para uma ocupação de quase 100% na segunda (6) e na terça (7).

“Em nenhum feriado de 7 de Setembro houve uma mobilização em função de desfile, comemoração da independência, nada disso”, afirmou o presidente da associação, Henrique Severien, ressaltando o caráter inédito deste ano.

De acordo com Henrique, são poucas as vagas disponíveis em hotéis no Plano Piloto, região central de Brasília, para os dias 6 e 7, e todas correspondem a unidades de categoria superior, como suítes presidenciais.

“A previsão é de 100% (de ocupação nos dias 6 e 7). Dia 8 é queda, uns 75%, 80%”, afirmou.

Haverá dois espaços para as manifestações. Os locais foram definidos com os organizadores dos eventos, que se reuniram durante a semana com representantes das forças de segurança, órgãos federais e do governo do Distrito Federal.

Os manifestantes pró-governo ficarão na Esplanada dos Ministérios. Treze grupos foram cadastrados pelo Nucae (Núcleo de Atividades Especiais), da Secretaria de Segurança do DF.

O ponto de encontro será a Biblioteca Nacional. De lá, seguirão pela Esplanada dos Ministérios e poderão chegar até a Avenida José Sarney, na ligação entre as vias S1 e N1. Os monumentos e prédios públicos estarão fechados com grades e resguardados por policiais.

Já os manifestantes contrários governo irão se concentrar no estacionamento da Torre de TV, a partir das 8h, ao lado da Praça das Fontes. De lá, seguirão em caminhada, a partir das 10h, até o Memorial dos Povos Indígenas. A Polícia Militar do DF fará a segurança do perímetro e acompanhará todo o trajeto.

Uol com informações das agências Estado e Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

“O poder moderador é o povo brasileiro”, diz Bolsonaro em discurso após ‘motociata’ em Pernambuco

O presidente da República, Jair Bolsonaro, aproveitou a mobilização de apoiadores para o 7 de setembro para realizar uma motociata em Pernambuco. Bolsonaro saiu de Santa Cruz do Capibaribe (PE), a única cidade no estado em que o chefe do Executivo venceu o segundo turno das eleições no estado, rumo a Caruaru. Após o evento, o presidente discursou para apoiadores e disse que “o poder moderador é o povo brasileiro”.

“Hoje, o Brasil tem um presidente da República que acredita em Deus, que respeita os seus militares, que defende a família tradicional e deve lealdade ao seu povo. No próximo dia 7, terça-feira, dia da Pátria, todos nós temos um encontro com nosso destino. Enquanto juristas procuram quem é o poder moderador no Brasil, eu digo a todos que o poder moderador é o povo brasileiro”, afirmou.

Bolsonaro disse, ainda, que nenhum dos presidentes dos três Poderes é mais soberano do que o povo e, então, mandou indiretas para ministros do STF. “Temos um ou outro saindo da normalidade, um ou dois saindo das quatro linhas da Constituição. Nós jogamos dentro das quatro linhas, mas o povo, como poder moderador, não pode admitir que nenhum de nós jogue fora dessas quatro linhas. Um dos direitos inalienáveis que temos no Brasil é a liberdade de expressão. Não se pode admitir que uma pessoa usando de seu cargo, não interessa em que poder ele esteja, tire da população esse direito. A nossa independência, nossa outra independência, agora, dia 7, todos ouvirão o clamor de vocês”, afirmou.

“E não estaremos lá apenas para fazer figuração. Estaremos lá para mostrar a todos que não admitiremos mais quem quer que seja ignorar a nossa Constituição. Os nossos movimentos sempre foram pacíficos, ordeiros. Nunca teve atos de vandalismo. Tenha certeza que o retrato da imagem na Esplanada, onde estarei pela manhã, bem como à tarde, na Paulista, o retrato do povo servirá para mostrar para esses que ousam não respeitá-los, que ousam não se submeter à nossa Constituição. Esses serão colocados no seu devido lugar”, completou o presidente.

Ao fim do discurso, Bolsonaro mandou indiretas ao STF e aos ministros Alexandre de Moraes e Roberto Barroso. “Não podemos admitir que um ou dois homens ameacem a nossa democracia ou a nossa liberdade. Se aparece um dos meus 23 ministros e tem um comportamento fora da Constituição, eu chamo a atenção dele e, se não se enquadrar, eu demito. O mesmo ocorre com a Câmara, o Senado, com o Conselho de Ética. O nosso STF não pode ser diferente do Poder Executivo ou Legislativo. Se lá tem alguém que ousa continuar agindo fora das quatro linhas, aquele poder tem que chamar essas pessoas e enquadrá-las. E lembrar que ele fez o juramento para cumprir a Constituição”, afirmou Bolsonaro.

“Se assim não ocorrer com qualquer um dos três Poderes, a tendência é acontecer uma ruptura. Ruptura que não quero e nem desejo. E tenho certeza que nem o povo assim o quer. Mas a responsabilidade cabe a cada Poder. Eu apelo a esse outro poder que reveja a ação dessa pessoa que está prejudicando o destino do Brasil. Poderíamos até estar aqui por outro motivo. Mas estamos empenhados em lutar pela nossa liberdade e nossa dignidade”, declarou.

Além dos motociclistas, pedestres fizeram um corredor pelas ruas Santa Cruz do Capibaribe durante a passagem do mandatário. Essa é a décima motociata do ano e o presidente.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

PT e Lula já gastaram R$ 1,5 milhão em dinheiro público na pré-campanha

A reportagem de capa da nova edição da revista Crusoé mostra que a campanha de reabilitação política de Lula é bancada com dinheiro do fundo partidário. Até “as fotos produzidas por seu ‘paparazzo oficial’ – como aquela em que ele posa de sunga com a namorada em uma praia do Ceará – são parte de um plano meticuloso cuja conta, ao fim e ao cabo, quem paga é você”, diz a Crusoé.

“O PT já torrou mais de 1,5 milhão de reais do fundo partidário – dinheiro público, portanto – para custear o projeto político de seu líder-mor, até há pouco condenado a 25 anos de prisão por participação no monumental esquema de corrupção que funcionou durante anos na Petrobras. Isso sem contar com outras despesas que, na prestação de contas apresentada pelo partido à Justiça Eleitoral, se misturam. Fotógrafo, assessora, advogado e o próprio ex-presidente estão na folha de pagamentos do partido”, explica a reportagem.

Depois que deixou a carceragem da Polícia Federal no Paraná no fim de 2019, Lula passou a receber um salário como presidente de honra do PT. Ou seja, você também paga o salário de 22,8 mil reais que o ex-presidente embolsa mensalmente.

O Antagonista/Crusoé

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

VÍDEO: Bolsonaro participa de “motociata” com apoiadores no interior de Pernambuco neste sábado

O presidente Jair Bolsonaro participa na manhã deste sábado (4) de passeio de moto com apoiadores em Pernambuco. A última “motociata” foi realizada na terça-feira (31), em Uberlândia.

O trajeto começou em Santa Cruz do Capibaribe. O presidente seguiu pelas rodovias PE-160 e BR-104 em direção a Toritama. Finaliza a motociata em “Caruaru”. A cidade fica localizada a 168 km da capital, Recife.

O presidente chegou na sexta-feira (3) em Pernambuco. Participou de cerimônia de entrega inauguração de uma instituição de ensino e, a noite, de uma solenidade de passagem do Comando Militar do Nordeste.

O presidente sobrevoou o Estado de helicóptero acompanhado do empresário e pastor Silas Malafaia e os ministros João Roma (Cidadania) e Gilson Machado (Turismo).

Poder 360

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Prefeito flagrado com R$ 500 mil em aeroporto se declara analfabeto e não assina depoimento dado à PF

Foto: Prefeitura de Cerro Grande do Sul/Divulgação

Flagrado pela Polícia Federal com R$ 505 mil em espécie no aeroporto de Congonhas (SP), o prefeito de Cerro Grande do Sul (RS), Gilmar João Alba (PSL), conhecido como “Gringo”, não quis assinar o depoimento que deu aos policiais. Sua justificativa é de que seria analfabeto.

Não foi isso, porém, o que Alba declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quando se candidatou no ano passado. A informação que consta no site da corte eleitoral sobre seu grau de instrução é que ele lê e escreve.

O dinheiro em espécie foi apreendido com o prefeito Gringo na semana passada, quando ele tentava embarcar no aeroporto de Congonhas. O montante foi detectado pelo equipamento de raio-X.

Após a apreensão, o senador Humberto Costa (PT-PE) disse, durante sessão da CPI da Covid, que havia indícios de que o dinheiro seria usado para financiar atos antidemocráticos no 7 de setembro.

Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta sexta-feira, o prefeito disse que o valor seria utilizado em uma “oportunidade de negócios”, sem dar detalhes. Gringo também afirmou que o dinheiro faz parte de seu patrimônio e que teria sido declarado à Receita Federal.

Bela Megale – O Globo

 

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Bolsonaro confirma viagem a Nova York para Assembleia-Geral da ONU

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deve comparecer presencialmente à 76ª sessão da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova York, um ano depois de ter participado do evento virtualmente por causa das restrições impostas pela pandemia de covid-19.

As reuniões da Assembleia estão programadas para ocorrer entre 21 e 27 de setembro. Nesta sexta-feira (3), o Ministério das Relações Exteriores encaminhou à imprensa aviso da viagem do presidente a Nova York.

Embora as datas exatas da ida e da volta de Bolsonaro não tenham sido informadas, ele discursa em 21 de setembro e deve retornar ao Brasil um ou dois dias depois.

Tradicionalmente, o Brasil é o primeiro país a discursar no encontro, que todos os anos reúne diversos chefes de Estado. Depois da fala de Bolsonaro, haverá o discurso do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden.

A Assembleia Geral de 2020 foi praticamente toda virtual, por causa de restrições a viagens internacionais, à circulação nos EUA e aglomerações, como forma de impedir a disseminação do coronavírus e a ampliação da crise sanitária.

Valor Econômico

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Bolsonaro diz que atos de 7 de setembro serão ‘ultimato’ do povo

Em cerimônia em Tanhaçu (BA) para assinatura de contrato de concessão da Ferrovia Integração Oeste Leste, o presidente Jair Bolsonaro voltou a conclamar a população e seus apoiadores a participar das manifestações marcadas para o dia 7 de setembro.

No entanto, ao citar “uma ou duas pessoas” que “usam do poder”, o presidente voltou a suscitar na imprensa especulações de que os atos serão, de alguma forma, antidemocráticos.

“Essas uma ou duas pessoas têm que entender o seu lugar, e o recado de vocês, povo brasileiro, nas ruas na próxima terça-feira, dia 7, será um ultimato para essas duas pessoas: curvem-se à Constituição, respeitem a nossa liberdade, entendam que vocês dois estão no caminho errado, porque sempre dá tempo de se redimir”, disse o presidente.

“Nós não precisamos sair das quatro linhas da Constituição. Ali temos tudo que precisamos. Mas, se alguém quiser jogar fora dessas quatro linhas, nós mostraremos que poderemos fazer também (pausa para aplausos) valer a vontade e a força do seu povo”, afirmou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.