Brasil

PF desarticula associação criminosa suspeita de invadir site do TSE

Imagem: Agência Senado

A Polícia Federal (PF) foi às ruas na manhã de hoje (24) para cumprir um mandado de prisão preventiva e dois de prisão temporária na Operação Script Kiddie. Os alvos são suspeitos de participação em um ataque hacker contra o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

São cumpridos também cinco mandados de busca e apreensão. As diligências foram deflagradas nas cidades de São Paulo e Araçatuba (SP). Todas as medidas foram autorizadas pela 10ª Vara Federal de Brasília, a pedido da PF.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo eletrônico e associação criminosa. Segundo a PF, foram apreendidos na casa de um dos investigados presos R$ 22 mil em espécie, além de uma arma de fogo ilegal e uma mídia eletrônica de interesse da investigação.

A operação é fruto de um inquérito instaurado a pedido do presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, após o portal do tribunal ter sido invadido, e a página inicial ter sido alterada, em 1º de junho. “Não foram identificados quaisquer elementos que possam ter prejudicado a segurança do sistema eleitoral”, afirmou a PF em nota.

Com o termo Script Kiddie, a PF faz referência a hackers menos experientes e habilidosos, que se utilizam de ferramentas e esquemas já utilizados por outros hackers para realizar ataques cibernéticos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

FOTOS: Durante perseguição policial suspeitos jogam “amigo” baleado de carro, na capital

Imagem: Divulgação

Um homem de 31 anos foi jogado de um carro em movimento durante uma perseguição policial no bairro das Indústrias, em João Pessoa. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (24) após uma guarnição da Polícia Militar dar ordem de parada aos três ocupantes do veículo, que era procurado por roubo, segundo apurou o ClickPB.

Em seguida, os suspeitos não obedeceram à ordem e empreenderam em fuga, atirando várias vezes contra a viatura da PM. Os policiais revidaram e, durante o confronto, um dos homens foi baleado e jogado pelos próprios comparsas do veículo para que pudessem continuar em movimento.

A dupla restante abandonou o veículo e fugiu em uma mata na Comunidade do Dilmão, no bairro Vieira Diniz, Zona Oeste da capital. O homem abandonado pelos criminosos foi identificado como Daniel Viana da Silva. Ele foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas não resistiu aos ferimentos. Os outros envolvidos ainda não foram localizados.

Imagem: Divulgação

Blog do BG com ClickPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

Justiça decreta prisão preventiva de policiais sergipanos acusados de matar empresário no Sertão

Imagem: Reprodução

Na sessão desta terça-feira (24), a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba deu provimento a um recurso do Ministério Público estadual para decretar a prisão preventiva de Oswaldo Resende Neto, José Alonso de Santana e Gilvan Morais de Oliveira, todos policiais do Estado de Sergipe. Eles são acusados da morte do empresário Geffeson de Moura Gomes durante operação na Paraíba, fato ocorrido no dia 16 de março de 2021.

O processo (Recurso em Sentido Estrito nº 0806675-20.2021.8.15.0000) começou a ser julgado na sessão do dia 17 de agosto, tendo na ocasião o relator, juiz convocado Carlos Antônio Sarmento, votado a favor do recurso. Na sequência, o Desembargador Arnóbio Alves Teodósio pediu vista dos autos. Já na sessão desta terça-feira, ele acompanhou o relator, sendo seguido pelo Desembargador Ricardo Vital de Almeida.

O Ministério Público interpôs recurso perante a Câmara Criminal contra decisão do Juízo da Vara Única de Santa Luzia que denegou o pedido de prisão preventiva de Osvaldo Resende Neto, José Alonso de Santana e Gilvan Morais de Oliveira, formulado com suporte na conveniência da instrução processual e garantia da ordem pública. Eles foram denunciados como incurso nas penas do artigo 121, § 2º, incisos I, III e IV e art. 347, caput, do Código Penal c/c art. 20, § 3º, artigo 29, caput, e artigo 73, caput, todos do Código Penal e Lei Federal nº 8.072/1990.

A denúncia foi recebida em todos os termos pelo juiz Rossini Amorim Bastos, da Vara Única de Santa Luzia.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF investiga agência de publicidade que estaria usando dinheiro público em campanha eleitoral

Foto: Divulgação

A agência de publicidade Top Mídia, que está cuidando da campanha de um dos candidatos à prefeitura de Gado Bravo, na Paraíba, está sendo alvo de investigação da Polícia Federal. As ações acontecem na manhã desta terça-feira (24). A agência fica na cidade de Campina Grande.

Um dos mandados é na Prefeitura Municipal de Gado Bravo/PB, o outro na empresa de comunicação.

Dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Além disso, a PF investiga o uso de dinheiro público para custear a campanha eleitoral na Paraíba.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PF investiga uso de dinheiro público para custear campanha eleitoral na Paraíba

Foto: Divulgação

A Polícia Federal cumpre na manhã desta terça-feira (24), dois mandados de busca e apreensão, e investiga uso de dinheiro público para custear campanha eleitoral na Paraíba. Um dos mandados é cumprido na Prefeitura Municipal de Gado Bravo e o outro em uma empresa de comunicação com sede em Campina Grande.

O município de Gado Bravo, atualmente, está em processo de eleição suplementar já que o prefeito eleito nas últimas eleições foi impedido de assumir o cargo devido a impedimentos legais.

A ação foi determinada pelo a 049ª Zona Eleitoral de Queimadas/PB e visa colher provas de possíveis crimes envolvendo abuso de poder econômico.

Em Campina Grande, o alvo seria uma agência que fica no bairro Alto Branco.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

OUSADIA: Bandidos invadem agência bancária e fogem levando cofre, em João Pessoa

Foto: Flávio Fernandes

Uma agência bancária, que fica na Avenida Presidente Epitácio Pessoa, em João Pessoa, foi invadida por bandidos durante a madrugada desta terça-feira (24). De acordo com a Polícia Militar, um cofre com três armas de fogo foi levado pelos criminosos.

A polícia acredita que os invasores tiveram acesso ao estabelecimento pela parte de trás do prédio.

Até o momento ninguém foi preso.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Grupo suspeito de torturar famílias durante assaltos é preso no Sertão da Paraíba

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um grupo de sete pessoas foi preso suspeito de invadir casas, roubar e torturar famílias que moram no Sertão da Paraíba. Os casos foram registrados em Cajazeiras, Condado, Patos, Princesa Isabel e Sousa.

De acordo com a polícia, seis homens e uma mulher faziam parte do grupo. A mulher seria responsável por trabalhar como diarista e apontar a rotina das residências, enquanto os homens executavam as ações.

Dois carregadores de pistola e seis celulares, joias e roupas, que podem ter sido roubadas de lojas, foram apreendidos com os suspeitos.

As prisões aconteceram por meio da “Operação Cactos”, deflagrada pela Polícia Civil, Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros.

Os suspeitos foram levados para o Presídio de Patos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

URGENTE: Jovem é detido suspeito de matar a mãe com mais de 30 golpes de faca, em Campina Grande

Foto: Getty Images

Um jovem foi preso acusado de matar a própria mãe, identificada como Viviane Rodrigues de Souza, de 31 anos, no bairro de Bodocongó, na Zona Oeste de Campina Grande, no início da tarde desta segunda-feira (23), com aproximadamente 30 golpes de faca peixeira.

A informação foi confirmada pelo comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba, o coronel Rogério Damasceno. De acordo com a assessoria de imprensa do Hospital de Trauma de Campina Grande, a vítima deu entrada na unidade hospitalar já sem vida.

Segundo informações de populares, o autor do crime, que ainda não foi identificado, foi contido pela população na altura do Terminal de Integração das Malvinas antes de fugir das autoridades competentes. A PM conteve o ímpeto da comunidade, que se aglomerou para linchar o suspeito.

A Polícia Militar se encontra no local para a realização dos procedimentos cabíveis. Mais informações em instantes.

Blog do BG com Márcio Rangel

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

FOTO: Duas mulheres são agredidas por homem com garrafas de vidro por recusarem dança

Foto: Arquivo pessoal

Uma jovem de 20 anos foi agredida com uma garrafada na noite desse domingo (22), por um jovem, enquanto estava em um bolão de vaquejada na cidade de Bom Jesus, região de Cajazeiras, sertão da Paraíba.

De acordo com a polícia, as vítimas estavam em uma vaquejada, quando um homem chamou uma delas para dançar, porém como a mulher recusou o convite, o suspeito arremessou garrafas de vidro contra elas.

De acordo com o delegado Ilamilto Simplício, a mulher que se recusou a dançar com o suspeito foi atingida na cabeça por uma das garrafas e teve ferimentos leves. Já a outra vítima, de 20 anos, ao tentar intervir a ação do homem, acabou sendo atingida com uma garrafa na boca e no nariz.

As mulheres foram levadas para o Hospital Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, onde receberam atendimento médico e foram liberadas.

O caso pode ser investigado pela Lei Maria da Penha, podendo ser expedido um mandado de prisão preventiva contra o suspeito, que já foi identificado pela polícia.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Homens são eletrocutados após invadir casa de força de maternidade para roubar fios

Foto: Flávio Fernandes

Um homem identificado como Rafael Marques Barbosa Santos, de 27 anos, morreu após receber uma descarga elétrica no momento em que invadiu a casa de força da maternidade Frei Damião, em João Pessoa, na noite deste domingo (22).

Um parceiro de Rafael também recebeu o choque e está em estado grave.

De acordo com informações da polícia, a dupla é suspeita de tentar roubar cabos elétricos, que acreditavam estar sem uso.

Além da PM, o Samu também foi até o local e prestou atendimento. O segundo homem foi encaminhado ao Hospital de Emergência e Trauma da capital.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *