Polêmica

TIÃO AO ATAQUE: “Veneziano trabalha para si, sonhando com o apoio de Cássio”

Divulgação

O deputado estadual Tião Gomes (Avante) tem feito graves acusações aos pré candidatos a disputa ao Governo da Paraíba.

Ele foi particularmente duro com o senador Veneziano Vital do Rêgo, presidente estadual do MDB, a quem ele afirmou em entrevista a uma rádio da Paraíba que “está forçando a barra (…) Isso não é bom para a Paraíba (…).

“Veneziano toda semana chega (de Brasília) com uma novidade. Ele quer trabalhar em prol de si, e não da Paraíba. O que está se fazendo na Paraíba é a pré-candidatura de Veneziano (a governador), sonhando com o apoio de Cássio (Cunha Lima). Veneziano está construindo a sua candidatura. Se não der certo, ele quer a vice-governadoria para a sua mulher (Ana Cláudia). Esse pessoal não pensa na Paraíba, pensa neles”, afirmou o parlamentar.

Tião Gomes complementa ainda que “Não têm (Veneziano e Efraim) coragem de entregar os empregos e secretarias que têm no Estado. Esse povo é cheio de empregos. Para onde o governador João Azevedo vai esses homens vão atrás, mas não respeitam ele como líder. Querem o bônus, mas o ônus (do governo) não querem (…) Com divisão, não se vence”.

Ainda Tião Gomes: “Todo momento Veneziano cria um problema. Se estrutura uma candidatura a governador do MDB com o apoio do Democratas de Efraim Filho. Isso está certo? Não está! Isso é grupo? Não é! E todo mundo dentro do governo, mamando do governo; todo mundo levando obras do governo”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Concurso

SUSPENSO: Concurso da Prefeitura de Bayeux com mais de 560 vagas é suspenso pelo TCE

Divulgação

O concurso público da Prefeitura de Bayeux foi suspenso temporariamente pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE PB). As provas estavam previstas para acontecer nos dias 02 e 03 de outubro e tinha como banca organizadora o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib).

A decisão acontece após denúncia de que a banca organizadora não se enquadra na fundamentação da contratação escolhida pelo processo administrativo da prefeitura.

Em nota, o Idib argumentou que a denúncia teria sido feita por uma pessoa diretamente ligada a outra banca organizadora de concursos e declarou que o autor agiu “com indisfarçável interesse comercial”. A instituição acrescentou ainda que irá recorrer da decisão do TCE-PB.

“O Idib entrará com recurso no Tribunal, encaminhando informações para o conselheiro do caso, apresentando, dentre outros documentos, atestados de capacidade técnica e contratações em formato idêntico”, diz a nota.

O concurso da Prefeitura de Bayeux oferece 567 vagas de contratação imediata e 2.840 de cadastro de reserva, em 34 cargos. As oportunidades exigem formações acadêmicas de níveis fundamental, médio e superior.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.