Covid-19

OMS recomenda dois novos medicamentos para tratamento de pacientes com Covid-19

Foto: Pixabay/Ilustrativa

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou, nesta quinta-feira (13), as orientações sobre medicamentos recomendados para o tratamento de pacientes com a Covid-19.

De acordo com o documento elaborado por especialistas do Grupo de Desenvolvimento de Diretrizes da OMS, o medicamento baricitinibe passa a ser fortemente recomendado para indivíduos em estado grave ou crítico pela doença. A recomendação também inclui o uso do anticorpo monoclonal sotrovimabe para pacientes que não apresentam quadros clínicos graves.

Os efeitos da Covid-19 no corpo podem ser divididos em duas fases. A primeira consiste na fase viral, que reúne sintomas comuns de outras viroses, como dor no corpo, dor de cabeça, coriza, mal estar e febre.

Conforme a doença avança, por volta do sétimo dia da infecção, tem início a fase inflamatória. Embora a inflamação seja um mecanismo natural do organismo, quando exacerbada, ela pode levar ao agravamento dos quadros clínicos.

O medicamento baricitinibe, utilizado no tratamento de artrite, é conhecido justamente pela capacidade de regular o processo de inflamação do organismo. O fármaco conta com um mecanismo de inibição de enzimas chamadas Janus quinase, que contam com diferentes funções biológicas, incluindo a ativação da inflamação nas células do sistema imunológico.

De acordo com a OMS, evidências científicas sobre a utilização do baricitinibe em associação com outros recursos, como corticoides, apontam que o medicamento pode contribuir para controlar a inflamação, reverter quadros graves da doença e reduzir a necessidade de ventilação, sem aumento observado nos efeitos adversos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a indicação do baricitinibe para o tratamento de pacientes internados com Covid-19 no dia 17 de setembro.

CNN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

ADVOGADA E ATIVISTA: Biden indica Elizabeth Bagley para chefiar embaixada dos Estados Unidos no Brasil

Divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, indicou a advogada e ativista Elizabeth Frawley Bagley para chefiar a embaixada do país no Brasil. O anúncio foi feito pela Casa Branca nesta quarta-feira (19).

De acordo com a embaixada, a indicação ainda precisa ser confirmada pelo Senado dos Estados Unidos – mais detalhes sobre esse cronograma devem ser anunciados posteriormente.

Ainda de acordo com o material divulgado, Elizabeth Bagley já atuou como embaixadora dos EUA em Portugal e, atualmente, é dona e diretora de uma empresa de telefonia celular no estado norte-americano do Arizona.

“Sua experiência diplomática inclui serviço como conselheira sênior dos Secretários de Estado John Kerry, Hillary Clinton, e Madeleine Albright. Ela também serviu como representante especial para a Assembleia Geral das Nações Unidas, representante especial para Parcerias Globais, e embaixadora dos EUA em Portugal”, diz o comunicado.
G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

VÍDEO: Centenas de policiais militares protestam em frente a Granja Santana

Centenas de policiais militares da Paraíba estão reunidos desde o início da tarde desta quarta-feira (19) em frente a Granja Santana, residência oficial do Governador da Paraíba. Eles protestam contra a Lei de Proteção aos Militares, que foi aprovada pela Assembleia Legislativa da Paraíba e provoca perdas financeiras aos militares da ativa.

Sob o comando do deputado estadual Cabo Gilberto, os PM’s reivindicam também aumento salarial, alegando defasagem e perda do valor de compra nos últimos anos. Segundo o líder do movimento, a proposta de incorporação de gratificações aos salários dos policiais não traz ganhos reais, visto que sobre o valor há incidência de impostos.

De forma, até o momento pacífica, os policiais militares da Paraíba que estão na manifestação cobram reunião com o governador João Azevêdo e a viabilização de uma proposta que traga benefícios reais aos agentes da segurança pública. “Devolva o que nos foi tirado a toque de caixa na ALPB senhor GOVERNADOR!”, publicou o deputado em redes sociais.

Blog do BGPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

NOVE ANOS DE PRISÃO: Justiça italiana condena Robinho por violência sexual

Divulgação

A Corte de Cassação da Itália, última instância do judiciário do país, confirmou nesta quarta-feira (19) a condenação do jogador Robinho e de seu amigo, Ricardo Falco, a nove anos de prisão por violência sexual de grupo. A sentença vai sair em 30 dias.

O julgamento ocorreu na Corte de Cassação de Roma, que no ordenamento jurídico italiano é equivalente ao Supremo Tribunal Federal no Brasil. Robinho e seus advogados apresentaram nesta manhã o último recurso, que foi negado pela corte italiana.

Mesmo com a condenação em última instância, Robinho e Falco não poderão ser extraditados para a Itália, já que a Constituição de 1988 proíbe a extradição de brasileiros. Além disso, o tratado de cooperação judiciária em matéria penal entre Brasil e Itália, assinado em 1989 e ainda em vigor, não prevê que uma condenação imposta pela justiça italiana seja aplicada em território brasileiro.

Assim, Robinho e Falco correm o risco de serem presos somente se realizarem viagens ao exterior – não necessariamente à Itália. Para isso, o Estado italiano precisa emitir um pedido internacional de prisão que poderia ser cumprido, por exemplo, em qualquer país da União Europeia.

Os dois foram arrolados no artigo “609 bis” do código penal italiano, que fala sobre a participação de duas ou mais pessoas reunidas para o ato de violência sexual – forçando alguém a manter relações sexuais por sua condição de inferioridade “física ou psíquica”. A vítima diz que foi embriagada e abusada sexualmente por seis homens enquanto estava inconsciente. Os defensores dos brasileiros dizem que a relação foi consensual.

Globo Esporte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

INVESTIGAÇÃO: Incra aciona Polícia Federal após vacinação errada de crianças em Lucena

Divulgação

O Incra na Paraíba encaminhou, nesta quarta-feira (19), ofício à Polícia Federal solicitando a apuração das responsabilidades dos envolvidos no caso da vacinação contra a Covid-19 de cerca de 50 crianças com imunizante de adulto e vencido em dois assentamentos da reforma agrária no município de Lucena, na Região Metropolitana de João Pessoa. Adultos das mesmas áreas também teriam recebido a vacina fora do prazo de validade. O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, esteve nos dois assentamentos na segunda-feira (17).

Na terça-feira (18), o superintendente do Incra/PB, Kleyber Nóbrega, e o chefe da Divisão de Desenvolvimento de Assentamentos no estado, Manoel Mariano Neves, acompanharam a visita das procuradoras do Ministério Público Federal (MPF), Janaína Andrade, e do Ministério Público da Paraíba (MPPB), Fabiana Lobo, aos assentamentos Oiteiro de Miranda e Estiva do Geraldo. O secretário executivo de gestão da Rede de Unidades de Saúde da Paraíba, Daniel Beltrami, também participou da visita.

A dose para adultos do imunizante da Pfizer contra a Covid-19, que teria sido aplicada em crianças dos dois assentamentos paraibanos, seria, conforme as autoridades de saúde, três vezes maior do que a dose infantil.

A denúncia chegou à Secretaria de Saúde da Paraíba na sexta-feira (14) através de vídeo divulgado em uma rede social pela mãe de uma das crianças indevidamente vacinadas.

No assentamento Estiva do Geraldo, a vacinação indevida teria começado em 21 de dezembro; em Oiteiro de Miranda, as crianças foram vacinadas em 7 de janeiro de 2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19

VÍDEO: Repórter de TV testa positivo para Covid ao vivo na Paraíba

Durante uma transmissão ao vivo, o repórter Rubens Junior, da TV Arapuan, afiliada da RedeTV! na Paraíba, recebeu o diagnóstico positivo para a Covid-19.

Durante a entrevista com a enfermeira que realizou o exame, o comunicador informou que sentia dores na cabeça, na garganta e febre no dia anterior.

O repórter fez o teste acompanhado do cinegrafista, que teve a detecção negativa para o novo coronavírus.

Rubens ainda informou que esta é a terceira vez que testa positivo para a Covid-19.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19

FISCALIZAÇÃO: Lewandowski manda MPs estaduais tomarem “medidas necessárias” contra pais que não vacinarem filhos contra a Covid

Divulgação

Na tarde desta quarta-feira (19), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou que todos os Ministérios Públicos estaduais e do Distrito Federal atuem contra pais que não vacinarem suas crianças contra a Covid-19.

O pedido original formulado pela Rede era para que os Conselhos Tutelares exercessem essa atribuição. Entretanto, segundo informações do STF, “o ministro achou por bem inserir os MPs nessa relevante tarefa de preservar a saúde das crianças”.

Lewandowski quer que os Ministérios Públicos Estaduais fiscalizem e apliquem multas em pais que se recusarem a vacinar seus filhos contra a Covid-19.

O ministro também abre prazo de 48 horas para os estados responderem alegações da União sobre irregularidades na vacinação das crianças.

Gazeta Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

DEU RUIM: Influencer doa rim para o namorado e descobre que ele é casado após a cirurgia

Foto: Reprodução

Uma usuária do TikTok com 235 mil seguidores chocou internautas com um relato sobre uma trágica experiência amorosa em sua vida. Ao entrar numa corrente de postagens sobre relacionamentos que acabaram mal, mesmo depois de algo incrível feito por amor, Marjos Lara contou, ao som de “Favorite Crime”, da Olivia Rodrigo, que doou um rim para um ex-namorado e, após o procedimento, descobriu que ele era casado. O post ultrapassou 1 milhão de curtidas e recebeu 9,6 milhões de visualizações.

“Sem dúvida, eu ganho esse ‘trend'”, escreveu ela em espanhol na legenda do vídeo, publicado no dia 7. “Eu doei meu rim para você viver mais e quando você saiu da cirurgia sua esposa chegou”.

“Não acredito… necessito de provas. Não acredito em você, necessito de provas… não posso acreditar”, disse outro.

“Acho que já estão inventando para ganhar seguidores”, escreveu mais um.

A publicação viralizou rapidamente e virou notícia em portais do México e do Peru. Internautas reagiram com espanto à história, mas também levantaram dúvidas sobre sua veracidade, já que também neste mês repercutiu um caso de um homem que contou ter doado o rim para a sogra e depois a namorada terminou o relacionamento para ficar com outro.

Para quem duvidou de Lara e achou que era só uma brincadeira, a jovem gravou outro vídeo mostrando uma cicatriz.

“É muito fina. Admito que fizeram um bom trabalho”, explicou.

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19

DENÚNCIA: Menores de 4 anos foram vacinados contra a Covid-19 na Paraíba, diz deputada

Sérgio Lima/Poder360

A deputada federal, Carla Zambelli (PSL-SP), disse, nesta quarta-feira (19), durante entrevista na Arapuan FM, que dados do Ministério da Saúde apontam que cerca de 300 crianças foram vacinadas com imunizantes que não estariam autorizados ao público infantil.

Ela rebateu o Ministério Público Federal (MPF), após o órgão alegar que o fato ocorrido em Lucena, é um fato isolado. “Isso acontece desde o início da vacinação. Em todo o país milhares de crianças foram vacinadas com doses de adultos que não estão autorizadas para o público infantil”, afirmou.

Zambelli ainda dise que teve acesso a um relatório que mostra a existência de 24 crianças, entre 0 e 4 anos, vacinadas com a Astrazeneca, e 11 crianças entre 5 e 11 anos com o mesmo imunizante.  “Com a Coronavac, temos quatro crianças, entre 0 a 4 anos, e outras 17, entre 5 a 11 anos. Da Janssen só temos crianças vacinadas acima dos 12 anos, e da Pfizer, 58 crianças entre 0 e 4 anos e outras 207, entre 5 e 11 anos”, disse.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19

ASSINTOMÁTICO: Faustão testa positivo para a Covid-19 e se afasta de gravações

Após se submeter a exames de rotina no início da semana Fausto Silva testou positivo para o Covid na manhã desta quarta-feira (19). Assintomático, está bem disposto e não sentindo absolutamente nada, mas será obrigado a cumprir o isolamento regulamentar.

Com relação aos programas da Band, não há problema quanto às suas exibições desta semana. Estão todos prontos, entre os quais, “Na Pista do Sucesso” e o “Churrascão”.

Os trabalhos da produção vão seguir normalmente, inclusive com gravações todos os dias, sob o comando de Anne Lotermann e João Guilherme.

Quanto ao Fausto, segundo os seus médicos, ele terá que cumprir este período de quarentena até domingo. Na segunda, fará um novo teste e, negativando, já poderá retornar às suas atividades normais.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Covid-19

SURTO: Prefeitura do Sertão suspende atendimentos após prefeito testar positivo para a Covid-19

Foto: Reprodução

Após o prefeito da cidade de Jericó, no Sertão da Paraíba, Kadson Monteiro, e sevidores municipais testaram positivo para a Covid-19, o atendimento presencial teve que ser suspenso na prefeitura municipal até a próxima sexta-feira (21)

Segundo dados da secretaria de Saúde do Estado, 753 pessoas já foram diagnosticadas com a doença na cidade desde o início da pandemia e 15 morreram por complicações causadas pelo novo coronavírus, conforme apurou o Notícia Paraíba.

Kadson e os servidores dos setores financeiro, de compras e pessoal foram diagnosticados com a doença e  estão afastados das funções cumprindo em isolamento domiciliar.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *