Tecnologia

TECNOLOGIA: leilão do 5G deve movimentar R$ 169 bilhões em investimentos

Imagem: Reprodução

O Brasil se prepara para o maior leilão de radiofrequências da história, conduzido pelo Ministério das Comunicações (MCom) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Com a licitação das faixas de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, o país elevará o patamar de comunicação móvel e atrairá investimentos que irão transformar o cenário de telecomunicações em todos os municípios brasileiros. A expectativa é de que a licitação do 5G movimente R$ 169 bilhões nos próximos 20 anos, segundo estimativas da Anatel.

De acordo com os cálculos, R$ 70 bilhões devem ser investidos pelas operadoras de telecomunicações em todo o Brasil para cumprir as obrigações previstas no edital. Entre os compromissos estão a ampliação da cobertura 4G em mais de 9 mil localidades e em 31 mil quilômetros de rodovias; a expansão da infraestrutura de fibra ótica; e a implantação da Projeto Amazônia Integrada e Sustentável e da Rede Privativa da Administração Pública Federal.

O restante do valor, estimado em R$ 99 bilhões, refere-se a investimentos necessários à prestação comercial de serviços de telecomunicações por meio das faixas de radiofrequência que estão sendo licitadas. A projeção bilionária total corresponde às despesas com bens de capital – por exemplo, aquisição de máquinas, de equipamentos e a implantação de redes e de outras infraestruturas físicas.

Compromissos de investimento – O país optou por realizar um leilão não arrecadatório. Desse modo, incluiu como contrapartida para a aquisição das faixas de radiofrequência investimentos para ampliação da conectividade. Esses compromissos representam custos para as operadoras, uma vez que deverão aplicar recursos em outros setores para terem o direito de prestar os serviços nas faixas licitadas.

Para tornar propícia a licitação, a Anatel deduz esses custos extras do valor econômico das faixas, estimado em R$ 50 bilhões. Cerca de 80% desse preço mínimo foi reduzido para serem revertidos pelas operadoras na expansão da infraestrutura em regiões com pouca ou nenhuma infraestrutura. Em uma licitação tradicional, o valor integral seria exigido.

Na prática, a União deixa de arrecadar os recursos em troca da execução de compromissos que beneficiarão toda a população brasileira. Ao invés de R$ 50 bilhões, o leilão do 5G espera arrecadar R$ 9 bilhões para os cofres públicos. Por isso é que se diz que a licitação tem perfil “não arrecadatório”.

“Com o leilão do 5G, nós vamos conectar todo o Brasil e garantir condição mínima de inclusão digital e social a 40 milhões de brasileiros que ainda vivem no deserto digital”, assegura o ministro das Comunicações, Fábio Faria. Todos os 5.570 municípios serão beneficiados com os investimentos feitos a partir do leilão do 5G.

Para onde irão os investimentos?

Conectividade 5G – Com a compra das faixas do leilão, as operadoras de telefonia devem garantir que a cobertura 5G chegue a todas as sedes municipais até 2029. Para isso, a Anatel estima que as operadoras devem investir R$ 51 bilhões, ao longo de 20 anos.

Ampliação da cobertura 4G em localidades e estradas – As operadoras de telefonia que ganharem o direito de explorar as faixas do 5G têm como compromisso expandir a cobertura da rede móvel 4G para municípios e localidades que ainda não contam com essa geração de internet. A estimativa da Anatel é de que serão investidos R$ 1,1 bilhão, durante 20 anos, para levar conexão 4G para 415 cidades. Dessa forma, todos os municípios brasileiros terão a cobertura. Além disso, é previsto investimento de R$ 10 bilhões para assegurar 4G em de 9.696 localidades fora de sede de municípios, como aglomerados urbanos, vilarejos e povoados. A cobertura da quarta geração de internet móvel também chegará a mais de 31 mil quilômetros de rodovias federais. Serão destinados R$ 1,6 bilhão, nos próximos 20 anos.

Expansão da infraestrutura de fibra óptica – O edital do leilão do 5G prevê a construção de rede de transporte de fibra óptica de alta capacidade para atender 530 cidades. É previsto investimento de R$ 1 bilhão nos próximos 20 anos para garantir a implantação de backhaul nas localidades.

Projeto Amazônia Integrada e Sustentável (PAIS) – Para a implantação da rede de transporte de fibra óptica na Região Amazônica, as operadoras devem investir R$ 1,3 bilhão. A infraestrutura será instalada ao longo dos leitos dos rios e contará também com redes metropolitanas conectando os municípios ao backhaul. O PAIS permitirá conexão de estabelecimentos públicos, como instituições de ensino, unidades de saúde, hospitais, bibliotecas, instituições de segurança pública e tribunais.

Rede privativa do Governo Federal – Será investido R$ 1 bilhão na construção de uma rede privativa da Administração Pública Federal. A rede privativa tem dois segmentos: uma rede fixa de fibra óptica, ligando órgão públicos no DF e nas capitais estaduais, e uma rede móvel no Distrito Federal, que também estará disponível para atividades de segurança pública, defesa, serviços de emergência e resposta a desastres.

Entrega de kits de televisão para famílias do CadÚnico – Operadoras ganhadoras do leilão devem investir R$ 3,5 bilhões na compra de kits de televisão via satélite que serão entregues a famílias de baixa renda do Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal. Com a ativação do 5G, os sinais das antenas parabólicas de televisão serão desligados. Isso porque ocupam a mesma faixa de frequência da nova tecnologia. Para garantir que as famílias possam continuar com acesso serviço de TV, será preciso a instalação dos novos equipamentos.

Conectividade em escolas – Recursos obtidos com a venda da faixa de 26 GHz serão destinados a projetos de conectividade de escolas públicas. As operadoras vencedoras irão constituir Entidade Administradora da Conectividade das Escolas (EACE) que realizará o investimento seguindo diretrizes definidas pelo Grupo de Acompanhamento do Custeio à Projetos de Conectividade de Escolas (GAPE). Esse grupo será formado por representes da Anatel, MCom e de cada uma das proponentes vencedoras da faixa 26 GHz. O valor exato para a execução dos projetos em escolas ainda não está definido, pois depende da realização do leilão.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Vantagem de Lula sobre Bolsonaro no 2º turno cai 10 pontos em 2 meses, mostra pesquisa PoderData

Imagem: reprodução

Pesquisa PoderData realizada de 25 a 27 de outubro mostra que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) diminuiu a diferença e hoje perderia para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por 37% a 52% em um eventual 2º turno, distância de 15 pontos percentuais. Na última rodada, de 29 de setembro, o placar era de 56% a 33% em favor do ex-presidente (diferença de 23 p.p.). Há 2 meses, Lula estava 25 p.p. à frente, com 55% a 30% contra Bolsonaro.

Imagem: reprodução

A pesquisa foi realizada por meio de ligações para telefones celulares e fixos. Foram 2.500 entrevistas em 420 municípios nas 27 unidades da Federação de 25 a 27 de outubro de 2021.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Blog do BG com Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

DESTAQUE: Pesquisadora da UFPB coordena estudo sobre utilização de LED na cicatrização de queimaduras

Foto: Angélica Gouveia

A pesquisadora Palloma Andrade, do Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), está desenvolvendo um estudo que visa a utilização de Luzes Emitidas por Diodo (LEDs) na reepitelização de queimaduras. O objetivo é buscar um novo tratamento não invasivo e de baixo custo que possa acelerar o processo de reparo tecidual.

Segundo a Profª Palloma, para os fisioterapeutas, o estudo representa um novo conhecimento e uma nova técnica de tratamento de fácil acesso que poderá ser utilizada em seus pacientes. Uma vez comprovada a eficácia da LED na reepitelização de queimaduras, a discente ressaltou que a proposta de pesquisa trará inovação de produto e inovação de serviço e processo produtivo.

O estudo, atualmente, encontra-se em fase de publicação do protocolo, dando mais transparência ao processo da pesquisa, que já foi aprovada no Comitê de Ética em Pesquisa do CCS e no Registro Brasileiro de Ensaios Clínicos (REBEC). O próximo passo é, por meio do Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), recrutar e captar pacientes queimados que concordem em participar da pesquisa como voluntários a fim de iniciar a aplicação dos protocolos de tratamento.

Com a pesquisa, a Profª Palloma prevê o trabalho em conjunto com outras universidades e participação em eventos científicos. Ainda segundo ela, o estudo divulgará os trabalhos realizados na UFPB e ampliará as possibilidades de colaborações com outros grupos de pesquisa.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

DANOS MORAIS, MATERIAIS E ESTÉTICOS: o Hospital e Maternidade CLIM foi condenado a indenizar paciente

Imagem: reprodução

O Hospital e Maternidade CLIM foi condenado ao pagamento de indenização por danos morais, materiais e estéticos. O caso é de uma paciente que sofreu queimaduras provocadas por bisturi elétrico durante uma cirurgia cesariana a que foi submetida. De acordo com a sentença do juízo da 2ª Vara Cível da Capital, o hospital deverá pagar a quantia de R$ 12 mil, a título de danos morais; de R$ 516,79 de danos materiais; e de R$ 8 mil em relação aos danos estéticos experimentados pela autora.

A sentença foi mantida pela Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba no julgamento do Agravo Interno na Apelação, sob a relatoria do Desembargador Romero Marcelo da Fonseca Oliveira.

“É incontroverso nos autos que a autora, ora agravada, foi submetida a cirurgia cesariana, realizada nas dependências do hospital promovido, ora agravante, em 16 de janeiro de 2016, ocasião em que, por um problema de funcionamento no bisturi elétrico manejado por um dos profissionais médicos que conduziam a intervenção cirúrgica, a recorrida sofreu queimaduras de terceiro grau em seu membro inferior esquerdo, consoante demonstram as fotografias colacionadas com a petição inicial”, destacou o relator do processo.

O relator frisou que no caso apreciado a causa direta das lesões ocasionadas à paciente não foi a atuação do profissional médico, mas o defeito no equipamento fornecido pelo hospital, em razão do que o estabelecimento não pode se eximir do dever de reparar os danos, os quais foram amplamente comprovados durante a instrução processual.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID-19: Paraíba registra 4 óbitos e 260 novos casos em 24h

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta quarta (27), 260 casos de covid-19. Entre os confirmados hoje, 03 (1,15%) são moderados ou graves e 257 (98,85%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 445.272 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 1.195.954 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 04 novos óbitos desde a última atualização, sendo três ocorridos nas últimas 24h. Os óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre os dias 25 e 27 de outubro, todos em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 9.403 mortes. O boletim registra ainda um total de 338.112 pacientes recuperados da doença.

Ocupação de leitos Covid-19 – A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 23%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 29%. Em Campina Grande, estão ocupados 16% dos leitos de UTI adulto e no sertão 33% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 11 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 127 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

FALTA DO QUE COMENTAR: Padre Fábio de Melo tem celibato questionado por Elisa Lucinda

Imagem: reprodução

A atriz Elisa Lucinda, 63, gerou polêmica ao deixar dois comentários em uma foto do padre Fábio de Melo, 50, afirmando não acreditar no celibato do religioso. Lucinda deu sua opinião em uma publicação feita nesta terça-feira (26), no Instagram do padre.

“O frango de botas”, brincou Fábio de Melo na legenda do registro. “Estou te achando muito ‘boy’ e sedutor. Sou contra o celibato. Com todo respeito que te tenho, não acredito no teu. E concordo”, escreveu a poetisa.

“Não deveria ser preciso negar a própria natureza, ser celibatário para ser um padre. Não faz sentido para mim”, completou nos comentários. A fala da atriz dividiu opiniões nos comentários da publicação, entre pessoas apoiando e desaprovando o que foi dito.

Após os comentários da atriz repercutir de forma negativa, Elisa resolveu tentar se explicar, confira abaixo:

Imagem: reprodução

Blog do BG com Folha de S.Paulo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

VÍDEO – “PEGOU AR”: Bolsonaro deixa programa após desentendimento entre apresentadores

Imagem: reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) deixou a entrevista que concedia nesta quarta (27) ao programa Pânico, da Jovem Pan. A saída do chefe do executivo se deu após uma discussão travada entre os apresentadores Adrilles Jorge e André Marinho, apoiador e oposição do presidente, respectivamente. O entrevero teve início após uma pergunta sobre ‘rachadinha’ feita ao presidente.

Ao fazer sua pergunta, André Marinho, que já foi apoiador do presidente, perguntou a Bolsonaro se “rachador” (em alusão à rachadinha) tem que ir para a cadeia ou não. Bolsonaro respondeu:

“Ô Marinho, você sabe que eu sou presidente da República, eu respondo sobre meus atos, tá ok? Então, não vou aceitar provocação tua. (…) Não vou aceitar, senão encerro a entrevista agora”, afirmou o presidente, afirmando que o pai de André, Paulo Marinho, é o maior interessado na cadeira de Flávio Bolsonaro, filho do presidente e primeiro suplente do Senado. “O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro, eu decidi com o Flávio indicar teu pai para primeiro suplente, em confiança nele. Não tem mais conversa contigo”.

Marinho respondeu em seguida. “Então, por favor, responda à pergunta que te fiz, cara. Por quê? Só quer pergunta de bajulador?”, disse Marinho a Bolsonaro. Adrilles, o outro entrevistador, afirmou que Marinho estava se referindo a ele como bajulado, o que deu início á confusão. Participando de maneira remota, Jair Bolsonaro deixou a entrevista. Confira o vídeo abaixo:

Entenda

Paulo Marinho, pai de André, foi um dos empresários que investiram na campanha presidencial de Bolsonaro em 2018. Ele rompeu com o presidente em maio de 2020, quando revelou que o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) disse ter recebido informações privilegiadas da Polícia Federal (PF) sobre Fabrício Queiroz, assessor que seria o responsável por operar o esquema de “rachadinha” na Assembleia Legislativa do Rio. A prática é configurada como crime de peculato.

Blog do BG com Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polêmica

DEMITIDO: Maurício Souza deixa Minas Tênis Clube após publicações homofóbicas

Imagem: reprodução

Após publicações homofóbicas, o jogador de vôlei Maurício Souza foi demitido do Minas Tênis Clube. A informação foi confirmada no perfil oficial do time, no Twitter, na tarde desta quarta-feira (27).

Imagem: reprodução

O atleta já havia sido multado e afastado do clube por tempo indeterminado nesta terça-feira (26). O clube, inclusive, foi cobrado por patrocinadores para tomar “medidas cabíveis”.

Dentre as medidas adotadas pelo Minas Tênis Clube, o atleta também deveria se retratar publicamente. Ele pediu desculpas, mas escolheu uma conta com o menor número de seguidores para publicar a declaração.

Blog do BG com Diário do Nordeste

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Pfizer pedirá à Anvisa autorização para uso de vacina em crianças

Foto: Reuters

A Pfizer informou, nesta quarta-feira (27), que pedirá à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a autorização para o uso da vacina contra Covid-19 em crianças de idades entre 5 e 11 anos.

“A submissão do pedido junto à Anvisa para a aprovação do uso da vacina Comirnaty, da Pfizer/Biontech, para crianças entre 5 e 11 anos deve ocorrer ao longo do mês de novembro de 2021”, informou a empresa por meio de um comunicado.

A decisão foi anunciada depois de a farmacêutica conseguir o parecer favorável da agência Food and Drug Administration (FDA) para a aplicação da vacina nos Estados Unidos. O painel de especialistas da agência norte-americana reconheceu, nesta terça-feira (26), que os benefícios da injeção superam os riscos. Agora cabe ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) tomar a decisão final sobre o uso do imunizante em crianças desta faixa etária nos EUA.

Dose menor – A dose recomendada para crianças desta faixa etária equivale a um terço da quantidade inoculada em pessoas maiores de 12 anos. Segundo resultados preliminares de estudos clínicos divulgados pela Pfizer, essa porção do fármaco garante níveis de anticorpos semelhantes aos desenvolvidos por adultos que receberam a dose completa.

Blog do BG com Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

“ERA UMA CILADA, BINO!”: operação resgata motorista e evita roubo de caminhão com eletroeletrônicos do Magazine Luiza

A Polícia Civil da Paraíba, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira, 27, a Operação Carga Pesada, que recuperou em uma mata às margens da BR-230, próximo a Santa Rita, um caminhão das lojas Magazine Luíza com produtos eletroeletrônicos.

A operação foi fruto de investigação das Delegacias de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) e também contou com o apoio do helicóptero Acauã, da Secretaria de Segurança e Defesa Social.

No momento da abordagem, os bandidos estavam fazendo o motorista do caminhão de refém e houve troca de tiros com a Polícia. Um dos bandidos foi ferido e socorrido ao Hospital de Trauma de João Pessoa, mas não resistiu e morreu. O outro conseguiu fugir pela mata. O motorista do caminhão foi resgatado pelos policiais e não sofreu agressão física.

Segundo o delegado Victor Melo, da Draco, todo o material foi recuperado e também foi apreendida uma arma de grande porte com sete capsulas intactas e uma deflagrada. Já o delegado Carlos Othon, da DRFVC, disse que a quadrilha vem sendo investigado há pelo menos seis meses e hoje foi o momento oportuno para deflagrar a operação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraíba

ORÇAMENTO BILIONÁRIO: LOA 2022 chega à Câmara com previsão de receita de R$ 3,06 bilhões

Foto: Reprodução

Chegou à Câmara Municipal de João Pessoa nesta terça-feira, 26, o Projeto de Lei do Orçamento Anual da Prefeitura Municipal de João Pessoa, exercício de 2022. A primeira de três leituras da LOA 2022 foi feita hoje em plenário durante a sessão ordinária. A previsão global da Receita Municipal é de R$ 3.063.025.411,00 (três bilhões, sessenta e três milhões, vinte e cinco mil e quatrocentos e onze reais). Esse valor representa um acréscimo de 9,45% em relação à Lei Orçamentária de 2021.

Ainda nesta terça-feira, a íntegra da LOA 2022 foi disponibilizada no site da Câmara Municipal de João Pessoa, aqui, para que o documento pudesse ser consultado pelos vereadores e por qualquer cidadão interessado na matéria.

De acordo com a prefeitura de João Pessoa, o acréscimo nos valores do orçamento deste ano é fruto da perspectiva de aumento nas Receitas Ordinárias Municipais, pela retomada das atividades econômicas após um período em que a economia foi fortemente afetada pela Pandemia do Coronavírus, bem como do aumento nos Repasses dos Recursos de Operações de Crédito ao longo do exercício financeiro de 2022, em especial os recursos advindos do Banco Interamericano de Desenvolvimento-BID ao Programa João Pessoa Sustentável e das Transferências Voluntárias (Convênios).

A Lei Orçamentária Anual de 2022 ainda vai tramitar na Comissão de Finanças, Orçamento, Obras e Administração Pública (CFO) da Câmara e será aberta à apresentação de emendas dos vereadores que serão selecionadas pelo relator da peça, a ser designado na Comissão.

Confira a previsão de despesa por área:

Imagem: reprodução

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *