Mundo

Papa Francisco pede paz e diálogo em Cuba

Foto: Vatican Media

O papa Francisco pediu neste domingo (18) “paz, diálogo e solidariedade” em Cuba depois dos protestos no país. Foi a 1ª aparição pública do papa desde que recebeu alta do hospital, depois de 11 dias internado para ser submetido a cirurgia no intestino.

Peço ao Senhor que os ajude a construir em paz, diálogo e solidariedade uma sociedade sempre mais justa e fraterna. Exorto todos os cubanos a se entregarem à materna proteção da Virgem Maria da Caridade do Cobre. Ela os acompanhará neste caminho”, disse o papa ao final do Angelus dominical.

PROTESTOS EM CUBA

Milhares de cubanos foram às ruas no domingo (11) protestar contra o governo. O país sofre com o agravamento da pandemia e com a crise econômica.

Muito dependente do turismo, Cuba foi fortemente afetado pelo fechamento de fronteiras em todo o mundo. O país lida com escassez de remédios, longas filas para acesso a alimentos e cortes de energia elétrica.

O presidente cubano e líder do Partido Comunista, Miguel Díaz-Canel, fez um pronunciamento e culpou os Estados Unidos pelas manifestações. Também convocou apoiadores para irem às ruas “em defesa da revolução”.

Em resposta aos protestos antigovernamentais, milhares de apoiadores do governo de Cuba foram às ruas da capital Havana no sábado (17.jul.2021) para denunciar o embargo comercial dos EUA e reafirmar o apoio à revolução cubana.

PAPA TAMBÉM PEDE PELA ÁFRICA DO SUL

Francisco também fez um apelo pelo fim da violência na África do Sul. “Junto com os bispos do país, dirijo um premente apelo a todos os responsáveis envolvidos para que trabalhem pela paz e colaborem com as autoridades na assistência aos necessitados“, disse.

Protestos contra a prisão do ex-presidente Jacob Zuma levaram à morte de mais de 70 sul-africanos. Zuma foi condenado a 15 meses de prisão por desacato à Justiça em um processo de corrupção na compra de equipamentos militares. A Defesa convocou 25.000 soldados da reserva para atuar na contenção das manifestações.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Autor de PL “antiaborto” diz que irá propor aumentar pena de estupro

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), autor do PL (projeto de lei) que equipara o aborto depois das 22 semanas de gravidez ao homicídio, disse nesta 5ª feira (13.jun.2024) que irá incluir no texto o aumento de pena para o crime de estupro para 30 anos.

A proposta teve seu caráter de urgência aprovado pela Câmara dos Deputados em uma votação relâmpago na noite de 4ª feira (12.jun). Desde então, a proposta tem sido alvo de críticas e protestos nas capitais do país e nas redes sociais.

Depois da repercussão negativa, o deputado foi às redes sociais dizer que irá propor no texto um aumento em 20 anos para o crime de estupro. Nas redes sociais, Sóstenes disse que “vai continuar lutando a favor da vida e da família”.

No Brasil, a lei permite que um a gravidez seja interrompida em 3 casos: de estupro, risco de morte à gestante e anencefalia fetal (má formação cerebral). Em caso de aborto fora dessas premissas, a pena é de 1 a 3 anos de prisão para a gestante.

O texto de Cavalcante fixa que mulheres sejam penalizadas com uma pena de até 20 anos de prisão. Em casos de estupro, na atual legislação, a pena é de até 10 anos de reclusão.

Estabelece ainda que, mesmo se a gravidez for resultado de um estupro, não será permitida a interrupção se o feto for considerado “viável”, ou seja, capaz de sobreviver fora do útero.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polêmica

João Azevêdo está ‘emparedado’ pelos aliados, diz Cabo Gilberto após troca de secretários no Estado

Cabo Gilberto, Deputado, Governador

Cabo Gilberto (Foto: reprodução)

“O governador está emparedado pelos próprios aliados. A situação é muito difícil”. A fala é do deputado federal Cabo Gilberto e foi concedida nesta quinta-feira (13) ao analisar as troca de secretários no Governo João Azevêdo.

O deputado criticou as ações do governador e falou que os próprios aliados estão emparedando João. Segundo ele, a pressão mais forte ocorreu na Secretaria de Educação, que acabou ficando com o deputado Wilson Filho.

“O governador está em uma situação muito difícil e complicada. Ele está sendo emparedado pelos próprios aliados para fazer essas mudanças, ficou mais claro do que nunca. São 16 anos de uma mesma gestão socialista. Situação dificílima”, analisou Cabo Gilberto ao ClickPB.

Novos secretários

O governador João Azevêdo confirmou, nessa quarta-feira (12), os nomes de Wilson Filho, para a Educação, Arimatheus Reis, para a Saúde, e Miguel Angelo, para o Turismo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Economia

Varejo: Paraíba registra crescimento pelo 3º mês seguido, diz IBGE

O volume de vendas do varejo da Paraíba registrou crescimento pelo terceiro mês seguido no primeiro semestre. Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em abril, a Paraíba registrou crescimento de 5,3%, quando comparado ao ano passado, bem acima da média do País (2,2%).

No acumulado de janeiro a abril deste ano, o varejo paraibano também apresentou alta de 6,9%, enquanto a média nacional registrou crescimento de 4,9%.

COMÉRCIO AMPLIADO – No indicador do comércio varejista ampliado –, que inclui atividades de veículos, motos, partes e peças, material de construção e atacado de produtos alimentícios, bebidas e fumo –, a Paraíba apresentou expansão acima de dois dígitos (10,4%) em abril sobre o mesmo mês do ano passado, enquanto a média do País ficou em 4,9%. No acumulado de janeiro a abril, a Paraíba cresceu 7,5% no varejo ampliado, enquanto a média nacional ficou em 4,7%.

ATIVIDADES EM DESTAQUE – Segundo o IBGE, seis dos oito setores investigados avançaram de abril deste ano em relação ao mesmo mês do ano passado. São eles: Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; Equipamentos e material para escritório informática e comunicação, Móveis e eletrodomésticos,  Outros artigos de uso pessoal e doméstico; Livros, jornais, revistas e papelaria; e  Combustíveis e lubrificantes (1,8%).

SOBRE A PESQUISA – A Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) produz indicadores que permitem acompanhar o comportamento conjuntural do comércio varejista no país, investigando a receita bruta de revenda nas empresas formalmente constituídas, com 20 ou mais pessoas ocupadas, e cuja atividade principal é o comércio varejista.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraíba

Inmet emite alerta de chuvas em 47 municípios da Paraíba

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou, nesta quinta-feira (13), um alerta amarelo para acumulado de chuvas a partir desta quinta às 21h até às 10h da sexta-feira (14) em 47 cidades paraibanas. As regiões do Agreste e Mata Paraibana serão as mais afetadas.

De acordo com o Inmet, o alerta amarelo de perigo potencial prevê precipitações entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia. As cidades que estão localizadas nas áreas de risco possuem baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos.

Confira a lista dos municípios em alerta para acumulado de chuvas:

Alhandra
Araçagi
Baía da Traição
Bayeux
Belém
Caaporã
Cabedelo
Caiçara
Caldas Brandão
Capim
Conde
Cruz do Espírito Santo
Cuité de Mamanguape
Curral de Cima
Duas Estradas
Guarabira
Gurinhém
Itabaiana
Itapororoca
Jacaraú
João Pessoa
Juripiranga
Lagoa de Dentro
Logradouro
Lucena
Mamanguape
Marcação
Mari
Mataraca
Mogeiro
Mulungu
Pedras de Fogo
Pedro Régis
Pilar
Pirpirituba
Pitimbu
Riachão do Poço
Rio Tinto
Salgado de São Félix
Santa Rita
São José dos Ramos
São Miguel de Taipu
Sapé
Serra da Raiz
Sertãozinho
Sobrado
Tacima

MaisPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Lula critica riqueza de bilionários e programas espaciais privados: ‘não precisamos ir para Marte’

Lula em reunião na OIT | Foto: Ricardo Stuckert

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a defender a taxação de bilionários ao criticar a concentração de riqueza desses empresários, nesta quinta-feira (13). Ele participou da 112ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT – OIT), um fórum sobre justiça social realizado em Genebra, na Suíça.

Segundo Lula, as 3 mil pessoas mais ricas do mundo concentraram fortuna de US$ 15 trilhões, o que representa a soma do Produto Interno Bruto de Japão, da Alemanha, da Índia e do Reino Unido. Essa quantia, de acordo com o brasileiro, é mais do que o necessário para os países em desenvolvimento lidarem com as mudanças climáticas.

“A concentração e renda é tão absurda que alguns indivíduos possuem seus próprios programas espaciais. Certamente tentando encontrar um planeta melhor que a Terra, para não ficar no meio dos trabalhadores que são responsáveis pela riqueza deles. Não precisamos buscar saída em Marte, é a Terra que precisa do nosso cuidado, ela é a nossa casa”, disse.

Durante o discurso, Lula ainda voltou a criticar o setor financeiro mundial e disse que a “mão invisível do mercado” é responsável por gerar desigualdades sociais.

“É preciso recuperar o papel do estado como planejador do desenvolvimento é uma tarefa urgente. A mão invisível do mercado só agrava a desigualdade, e o crescimento da produtividade não tem sido acompanhado da melhoria dos salários, gerando insatisfação e polarização”, disse Lula, que foi ovacionado na entrada do evento e em diversos trechos do discurso.

“Não se pode discutir economia e finanças sem discutir emprego e renda. Precisamos de uma nova globalização, de face humana. A justiça social e a luta contra as desigualdades são uma das prioridades da presidência do Brasil no G20 (no Rio de Janeiro, em novembro). Fiz questão de convidar a OIT (Organização Internacional do Trabalho) para contribuir com as discussões do grupo”, afirmou.

A fala de Lula sobre a arquitetura financeira mundial é semelhante a outra declaração feita por ele, nesta quarta-feira (12), em outro fórum internacional, realizado no Rio de Janeiro. O mercado não reagiu bem, o que levou a uma alta do dólar.

SBT News

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polêmica

Tribunal de Justiça ou tabuleiro político? Vaga de Desembargador no TJPB é influenciada por acordos partidários

Foto: Procurador do município de João Pessoa, Bruno Nóbrega ao lado do prefeito Cícero Lucena

 

A disputa pela vaga de desembargador no Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) está esquentando, especialmente nos bastidores da política local. A vaga pelo Quinto Constitucional (OAB-PB), tem cenário marcado por apoios controversos e movimentações estratégicas que prometem transformar o processo de escolha em um verdadeiro campo de batalha, envolvendo os interesses do governador João Azevedo.

O “caldo” começou a azedar a partir da manifestação explícita do governador João Azevedo no apoio ao Procurador Geral do Estado, Fábio Andrade, para ocupar a cobiçada cadeira no TJ-PB. Este apoio parecia consolidar uma escolha tranquila, até que, de forma inesperada, o também procurador geral, Bruno Nóbrega, do município de João Pessoa, apresentou-se como candidato à mesma vaga.

A surpresa é ainda maior considerando que o prefeito da capital paraibana, Cícero Lucena, é um conhecido aliado político de Azevedo. A candidatura de Nóbrega, portanto, não apenas rompe com a expectativa de alinhamento político, mas também levanta questionamentos sobre a coesão e a lealdade dentro do grupo governista, e muito além disso: as influências políticas definem e coordenam até regramentos jurídicos para o cargo em questão.

A disputa pela vaga de desembargador no TJ-PB, que já prometia ser acirrada, agora se torna um palco de intrigas políticas e jogos de poder que podem redefinir, inclusive, as alianças na Paraíba. O que está em jogo não é apenas uma cadeira no TJPB, mas a própria estabilidade de um grupo político que, até então, parecia coeso.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

TCE

Veja lista de nomes dos gestores com “ficha suja” na Paraíba

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB), por meio de sua Corregedoria, encaminhou ao Ministério Público Eleitoral os nomes de todos os agentes públicos com contas julgadas irregulares, envolvendo o período de 01 de janeiro de 2016 a 10 de junho de 2024. Na lista constam 923 registros, com um total de 376 gestores públicos.

Em alguns casos, os registros se referem a mais de uma prestação de contas reprovadas em diferentes exercícios financeiros.

Clique aqui e veja a lista completa

Dados da lista

A lista de agentes políticos com contas julgadas irregulares pelo TCE, para fins eleitorais, informa o número do processo, a categoria, o jurisdicionado e o responsável, com o respectivo CPF, a decisão e a data da publicação. No caso dos municípios, constam também as decisões das respectivas câmaras legislativas.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Judiciário

DE NOVO: Justiça adia audiência dos escândalos de corrupção do Hospital Padre Zé, em JP

Imagem: Reprodução / YouTube / Paróquia Santo Antônio do Menino Deus

Foi adiada, nesta quinta-feira (13), pela segunda vez a audiência de instrução sobre o caso de corrupção envolvendo o ex-diretor, Padre Egídio de Carvalho Neto e as ex-funcionárias Jannyne Dantas e Amanda Duarte do Hospital Padre Zé, em João Pessoa.

Os escândalos vieram a público após as investigações do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), na Operação Indignos. A audiência estava prevista nesta quinta-feira (13), no Fórum Criminal de João Pessoa.

De acordo com informações, a audiência foi adiada após a Justiça aceitar o pedido da defesa de Jannyne e Amanda que alegavam que só tiveram acesso aos arquivos das investigações nessa quarta-feira (12), e que precisam de mais tempo para preparar a defesa.

A Justiça havia adiado a audiência pela primeira vez no dia 27 de maio.

STF rejeita ação de Egídio

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, nessa quarta-feira (12), mais uma ação protocolada pela defesa do Padre Egídio sobre os escândalos do caso Padre Zé. O novo pedido enviado à corte pede a suspensão de um dos processos envolvendo o religioso.

De acordo com o documento em que o Portal Paraíba.com.br, a defesa de Egídio acusa o Coordenador do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) de não fornecerem provas, informações sobre a investigações e depoimentos já colhidos durante o inquérito. Conforme os advogados, os órgãos “ teria contrariado a Súmula Vinculante n. 14 deste Supremo Tribuna”.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB com PB.com

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraíba

(VÍDEO) Incêndio de grandes proporções atinge casa em João Pessoa

Um incêndio de grandes proporções atingiu, no final da manhã, uma residência onde funcionava uma eletrônica no bairro Manaíra, em João Pessoa.

Dois carros do Corpo de Bombeiros e viaturas de socorro prestam o atendimento no local. Testemunhas relataram que a casa abrigava um depósito de eletrônicos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, não houve feridos. Agora, será iniciada uma investigação para saber o que teria causado as chamas.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB com MaisPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia

Operação da Polícia Federal investiga grupo que movimentou R$ 40 milhões com tráfico de drogas

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou, nesta quinta-feira (13), a Operação Cognati, com o objetivo de combater a lavagem de dinheiro de uma organização criminosa dedicada ao tráfico de entorpecentes e crimes contra o patrimônio, com ramificações nos estados da Paraíba, Goiás, Pará, Tocantins e São Paulo.

Segundo o apurado, os membros da organização criminosa movimentaram um valor estimado em R$ 40 milhões, no período de 2018 a 2023, por meio de transferências, compras de bens móveis, semoventes, apartamentos, fazendas, e outros atos, cujos valores são decorrentes dos crimes perpetrados, de forma a ocultar o patrimônio.

No decorrer da investigação, em 2023, foram apreendidos 500 quilos de cocaína no estado de São Paulo, em posse do grupo criminoso. Outros atos de remessa de droga também foram identificados, inclusive para o estado da Paraíba.

Ao todo estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva e 20 vinte mandados de busca e apreensão nos estados da Paraíba, Goiás, Pará, Tocantins e São Paulo, além de bloqueio de contas, sequestro de veículos e de imóveis, e apreensão de semoventes.

Todas as ordens judiciais foram expedidas pela Vara de Entorpecentes de Campina Grande, na Paraíba.

A investigação se relaciona com as operações Menoridade e Desmonte, deflagradas em 2021 e 2023, respectivamente, que visaram a apuração dos crimes de tráfico de drogas e armas de fogo.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, e outros eventualmente praticados no contexto fático.

O nome da operação, COGNATI, que em latim significa PRIMOS, faz alusão ao grau de parentesco entre os componentes do núcleo principal do grupo, envolvidos na lavagem de capitais de origem ilícita. Outra relação seria a utilização do termo PRIMO como vocativo por parte dos demais membros do alto comando da ORCRIM, tornando-se um costume informal e uma espécie de código para que os mesmos se identificassem durante as tratativas criminosas.

Blog do BG PB 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.