Polícia

Operação Morabito prende 13 pessoas e desarticula duas organizações criminosas

Foto: Polícia Civil

A Operação Morabito, deflagrada nesta segunda-feira (5) pelas polícias Civil e Militar, desbaratou duas organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas em João Pessoa. Treze pessoas foram presas, foram apreendidas armas de fogo, munições, veículos, quase 1 kg de cocaína, R$ 90 mil em espécie, além de quatro carros de luxo. Ao todo, foram cumpridos 25 mandados de prisão e de busca e apreensão.

Segundo o delegado Bruno Victor, os grupos eram formados, em sua maioria, por jovens de 25 a 30 anos, de classe média baixa, mas que mantinham padrões de vida incompatíveis com as funções exercidas por eles. Há a suspeita de que duas empresas dos segmentos de gás de cozinha e gás industrial seriam usadas para lavagem de dinheiro do tráfico. ”A operação ainda deve ter desdobramentos”, afirmou o delegado explicando que essas empresas serão investigadas.

Além dos jovens, algumas mulheres também integravam o grupo. O delegado explicou que a função delas era arrecadar e guardar o dinheiro. A polícia encontrou R$ 85 mil em espécie na casa da mãe de um dos suspeitos.

O delegado explicou ainda que Morabito era um líder da máfia italiana, conhecido como o ”rei da cocaína” de Milão. Por coincidência, ele foi preso em João Pessoa. Acontece que os suspeitos presos hoje, se diziam reis da cocaína de João Pessoa.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Comissão da Câmara aprova projeto de lei que proíbe divulgação de jogos de azar por influenciadores

Influenciadores que violarem essa proibição podem enfrentar advertências, multas e até a “suspensão do exercício da atividade de influenciador digital”. (Foto: Reprodução)

 

A Comissão de Comunicação da Câmara Federal aprovou na quinta-feira (7) um projeto de lei que proíbe influenciadores de promoverem, nas redes sociais, jogos de azar não regulamentados. A proposta, que agora está sob avaliação da Comissão de Finanças e Tributação, busca impor restrições ao trabalho de influenciadores digitais.

O projeto de lei, que incorporou elementos de quatro propostas anteriores, visa vedar a promoção de jogos de azar não regulamentados nas redes sociais, excluindo as apostas esportivas dessa restrição. Influenciadores que violarem essa proibição podem enfrentar advertências, multas e até a “suspensão do exercício da atividade de influenciador digital” por até um ano.

As redes sociais também serão impactadas, sendo obrigadas a cooperar com as autoridades na supervisão e remoção de conteúdo relacionado a jogos de azar em suas plataformas, sob risco de advertência e multa.

A publicidade sobre jogos de azar deverá informar sobre as consequências negativas, como risco de vício e perdas financeiras, e não poderá ser direcionada a menores de idade. Além disso, as agências deverão disponibilizar em seus sites a lista de todos os influenciadores contratados para realizar publicidade sobre jogos de azar.

O projeto de lei consolidou diversas propostas anteriores, incluindo aquelas que buscavam proibir artistas e influenciadores de divulgarem jogos de azar, tributar a arrecadação da publicidade digital de apostas, exigir transparência das agências que contratam influenciadores para promover ativos digitais, como criptomoedas, e transformar em contravenção penal a divulgação de jogos de azar.

O Liberal

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Veja foto do acusado de injúria racial confundido com ministro de Lula

Imagem de câmera de segurança mostra o suposto agressor no caso de injúria racial que envolveu, por engano, o ministro Mauro Vieira

 

A Polícia Civil do Rio de Janeiro tenta identificar o homem que supostamente xingou uma camareira de “preta suja” no apart hotel onde o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, possui um apartamento.

 

Imagens das câmeras de segurança mostram que o suposto agressor não é Vieira. Uma confusão no depoimento da camareira acabou envolvendo o ministro do governo Lula no caso de injúrra racial.

 

Segundo o Itamaraty, Vieira é dono de um apartamento no apart hotel em que a camareira trabalha, mas não vai ao local há pelo menos dois meses.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia

Caso Ana Sophia: osso e tecido com sangue são encontrados em mata de Bananeiras

Foto: Reprodução/TV Correio

Seguem as buscas para localizar e identificar o corpo de Ana Sophia, desaparecida desde o último dia 4 de julho após sair para brincar com uma amiga. Nesta sexta-feira (8), um osso e um tecido com sangue foram encontrados em uma região de mata em Bananeiras – cidade onde a menina foi vista pela última vez.

As diligências com objetivo de localizar o corpo da garota de oito anos foram feitas numa localidade que fica no trajeto entre o trabalho e a casa de Tiago Fontes, único suspeito de matar a criança e que foi encontrado morto no dia 9 de novembro (a perícia concluiu que ele se suicidou).

De acordo com o advogado da família de Ana Sophia, Roberto Bastelli, que esteve no local, inicialmente não é possível afirmar que o osso e o sangue seriam da menina. Uma perícia da polícia deve ser realizada nos itens para confronto de DNA.

Além disso, segundo o advogado, que também participa das buscas pelo corpo de Ana Sophia, o material encontrado estava numa região de difícil acesso durante o período do mês de julho. Os materiais só puderam ser encontrados porque o nível da água de um riacho que há no local está baixo.

Buscas pelo corpo de Ana Sophia

A polícia e corpo de bombeiros intensificou as buscas pelo corpo de Ana Sophia, após encontrar o corpo Tiago Fontes, único suspeito de ter cometido o crime contra a criança. Apesar de o suspeito não ter sido capturado em vida, a polícia conseguiu levantar informações de que ele teria matado a garota e ocultado seu corpo.

Uma perícia foi realizada no celular de Tiago e constatou buscas por estágios de decomposição do corpo humano. Além disso, ele realizou buscas na internet também sobre DNA e quanto tempo é necessário para um fio de cabelo perder a capacidade de ser identificado.

Mais PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

PIX automático e gratuito estará disponível em outubro de 2024; veja detalhes

Imagem: Reprodução

Com a possibilidade de permitir pagamentos recorrentes e até mesadas, o Pix automático entrará em vigor em 28 de outubro de 2024, informou nesta noite o Banco Central (BC). O órgão publicou as regras da ferramenta cerca de dez meses antes da entrada em vigor do serviço.

Entre as regras gerais de funcionamento do Pix Automático, esclareceu o BC, estão os procedimentos de autorização prévia; as normas para o cancelamento da autorização; as regras para a rejeição e para a liquidação da transação; as funcionalidades a serem oferecidas ao usuário pagador e ao usuário recebedor; as regras de devolução e de responsabilização em caso de erro; o limite diário para as transações relacionadas ao produto, entre outras.

Para os clientes pessoas físicas, a oferta será obrigatória. Para as empresas, caberá às instituições financeiras escolherem se querem ofertar o produto. Assim como no Pix tradicional, não haverá cobrança de tarifas a pessoas físicas e poderá haver cobrança para as pessoas jurídicas, com as tarifas negociadas livremente.

Atualmente, a oferta do Pix recorrente, em que o usuário pode agendar Pix para horários determinados, é facultativa. Com as novas regras, as instituições financeiras que não se adequarem até 28 de outubro de 2024, data do lançamento, ou não passarem nos testes de homologação serão multadas por dia de atraso na oferta e poderão sofrer punições expressas no Manual de Penalidades do Pix, alterado para abranger a nova modalidade de transferências automáticas.

Com funcionamento semelhante ao do débito automático, o novo mecanismo pretende facilitar pagamentos recorrentes. A principal vantagem em relação ao débito automático, além da instantaneidade nas transações, será a não cobrança de tarifas, no caso das pessoas físicas.

Categorias
De acordo com o BC, o Pix automático abrangerá o pagamento a empresas. A ferramenta poderá ser usada em serviços públicos (água, luz, telefone e contas domésticas), assinatura de serviços (internet, streaming, portal de notícias), mensalidades (escola, condomínio, plano de saúde) e serviços financeiros (parcelamento de seguro, empréstimo, consórcio).

O Pix agendado recorrente abrangerá operações entre pessoas físicas. Segundo o BC, algumas das transações que poderão contar com o serviço são mesadas, doações, aluguel entre pessoas físicas e prestação de serviços recorrentes, como diarista, terapia e treinador físico.

Limites
Cada produto terá um limite de valor, mas o limite diário será igual ao da transferência eletrônica disponível (TED). Os tetos poderão ser reduzidos imediatamente a pedido do usuário. No caso de pedido de aumento, os limites poderão ser elevados em até oito horas, a critério da instituição financeira, conforme o perfil do cliente.

Em relação ao cancelamento, o pagador poderá anular o débito até as 23h59 do dia da transação. O recebedor poderá fazer o cancelamento até as 22h da véspera. A autorização para a transferência automática poderá ser retirada a qualquer momento.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polêmica

Secretária Lídia cobra ao MP providências contra vereador que admitiu agredir mulher na PB

Foto: Arquivo

A Secretaria da Mulher e da Diversidade Humana da Paraíba, pediu ao Ministério Público Estadual providências sobre episódio registrado em sessão da Câmara Municipal de Piancó, no Sertão do Estado.

A chefe da pasta, Lídia Moura, considerou que o vereador Pedro Aureliano (Cidadania) cometeu violência política de gênero quando admitiu durante sessão no plenário que já bateu em mulher.

Segundo a secretária, a violência fica evidente em trechos da fala do parlamentar ao assumir que bateu em mulher. O entendimento da pasta é que há uma tentativa de naturalizar a violência.

“É inadmissível. Nós da secretaria da mulher e da diversidade humana repudiamos a atitude desse vereador e fazemos um apelo para que aquela casa legislativa abra os procedimentos cabíveis. Naturalizando, propagando, defendendo essa violência como se fosse algo natural. Esperamos que o Ministério Público tome as providências”, afirmou.

A violência de gênero aconteceu nessa quinta-feira (7), enquanto a sessão era gravada e transmitida. Durante um bate boca com outro parlamentar da Câmara Municipal, o vereador Pedro Aureliano admitiu bater em mulher e o ameaçou de agressão física.

 

Blog do BG PB com MaisPB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

PREJUÍZO: Árvore de Natal que custou R$9 milhões desaba antes de inauguração no RJ

Estrutura de 50 metros desabou durante a madrugada - Reprodução / Portal Cidade de Niterói

 

Uma Árvore de Natal que seria inaugurada no próximo domingo em Niterói (RJ), desabou durante a madrugada desta sexta-feira (08/12).

 

Equipes da Defesa Civil isolaram a área. Em nota, a Prefeitura de Niterói informa que a empresa responsável pela montagem e estrutura da Árvore de Natal foi convocada para prestar depoimento. Ninguém ficou ferido.

 

A Árvore de São Francisco, tinha sua estreia marcada para o domingo (10/12), ao som da Orquestra Petrobras Sinfônica e participação de Elba Ramalho.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polêmica

(VÍDEO) Denúncia: Turistas alertam que árvore de Natal no busto de JP tem risco de choque elétrico

 

 

No último dia 17 de novembro, a cidade de João Pessoa celebrou a inauguração da árvore de Natal na orla, prometendo um espetáculo luminoso para moradores e visitantes.

No entanto, um turista preocupado enviou um vídeo para o BLOG DO BG PB que revela falhas alarmantes na estrutura de 20 metros de altura, comprometendo a segurança de quem se aproxima para apreciar a decoração.

A árvore, símbolo do espírito natalino, expõe fiação desgastada e um perigo iminente que pode resultar em choques elétricos, especialmente para crianças que buscam tirar fotos no local.

A denúncia ressalta a falta de zelo da administração municipal do prefeito Cícero Lucena, em assegurar condições seguras para a população durante as festividades.

 

Enquanto a cidade despende cifras milionárias em atrações musicais para as festas de fim de ano e réveillon, a manutenção básica da infraestrutura é negligenciada. A população se vê diante de um paradoxo, onde os recursos são direcionados para entretenimento, mas a segurança e o bem-estar dos cidadãos ficam em segundo plano.

Diante da gravidade da situação, a Guarda Municipal foi acionada e prontamente informou que a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SEDURB) seria notificada para intervir e solucionar o problema com urgência. O risco iminente de acidentes exige uma resposta rápida e eficaz por parte das autoridades municipais.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Extrema pobreza no Brasil cai pela 1ª vez desde o início da pandemia

Pobreza aumenta e atinge 54,8 milhões de pessoas no BrasilFoto: Sérgio Lima/Poder360

O percentual de brasileiros em situação de extrema pobreza caiu em 2022 pela 1ª vez desde o início da pandemia, em 2020. Passou de 9% em 2021 para 5,9% no último ano, enquanto a pobreza teve queda de 36,7% para 31,6% no mesmo período. Os dados são da SIS (Síntese de Indicadores Sociais) do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No ano passado, o Brasil teve 67,8 milhões de pessoas na pobreza e 12,7 milhões na extrema pobreza, segundo o instituto. O recuo em relação a 2021 foi de 10,2 milhões e 6,5 milhões, respectivamente. A série histórica do IBGE foi iniciada em 2012.

Apesar da queda em relação a 2021, o percentual de pessoas pobres no Brasil se manteve acima do nível de 2020 (31%). Foi igual ao percentual de 2015, quando começou a haver um aumento, depois de anos de queda. O nível de 2022 foi mais baixo que o de todos os anos de 2016 (33,7%) a 2019 (32,5%).

Já a extrema pobreza teve o menor índice no ano passado desde 2015 (5,6%), quando o país começou a registrar um aumento da taxa. Os níveis mais baixos da série histórica foram os de 2014, tanto para a pobreza (30,8%) quanto para a extrema pobreza (5,2%). Já os mais altos foram os de 2021 –ano mais grave da crise sanitária da covid no país.

alt

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Ação de Sheherazade contra SBT tem reviravolta após decisão do STF

Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (7/12), o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou a ação trabalhista movida por Rachel Sheherazade contra o SBT e causou uma reviravolta no caso ao dar decisão favorável para a emissora de Silvio Santos. Alexandre de Moraes julgou o processo como improcedente.

A jornalista entrou na Justiça pedindo indenização trabalhista no valor de R$ 20 milhões, depois de ser demitida em 2020, porém o montante ficou estabelecido em R$ 8 milhões. A comunicadora, que atuou por 10 anos no canal, alega assédio, censura e fraude.

Segundo a defesa da ex-Fazenda, a contratação como Pessoa Jurídica (PJ) visava fraudar a legislação trabalhista, fiscal e previdenciária. “Julgo procedente o pedido de forma que seja cassada a sentença impugnada e, desde logo, julgo improcedente a ação trabalhista em trâmite” no Tribunal Superior do Trabalho, disse Moraes, alegando ainda que decisões judiciais anteriores já reconheceram outras formas de relação de trabalho que não apenas a regida pela CLT, como a própria terceirização ou outros casos específicos.

“Por oportuno, vale salientar que a 1ª Turma, em caso também envolvendo discussão sobre ilicitude na terceirização por pejotização, já decidiu na mesma direção, de maneira que não há que falar em irregularidade na contratação de pessoa jurídica formada por profissionais para prestar serviços terceirizados na atividade-fim da contratante”, argumentou o magistrado.

O resultado ainda inclui a indenização por danos morais, de R$ 500 mil, montante que o SBT tinha sido condenado a pagar por causa do comportamento de Silvio com Sheherazade durante a cerimônia do Troféu Imprensa, de 2017. Na época, o dono Baú brincou que havia contratado Rachel pela beleza e por sua voz “apenas para ler notícias, e não para dar sua opinião”.

Metrópoles 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraíba

VÍDEO: Vereador paraibano confirma que bate em mulher e parte para agredir colega durante sessão

O vereador Pedro Aureliano, mais conhecido como Pedro de Zé de Luzia, do município de Piancó (a 390 quilômetros de João Pessoa), fez uma declaração chocante ontem à noite em plena sessão da Câmara Municipal. Ao ser acusado de bater em mulher, ele confirmou e ainda partiu para agredir o colega que lhe interpelava no momento. “Eu bato e bato em você também se conversar m*****”, disse o parlamentar que em seguida se levantou como se pretendesse ir em direção ao colega.

Por causa da confusão, o presidente da Câmara, Edgard Valdevino, decidiu interromper a sessão que estava sendo transmitida.

Até o momento a Câmara da cidade ainda não se posicionou sobre o caso.

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.