Celebridades

Por que Ivete Sangalo e Ludmilla cancelaram suas turnês

Divulgação: Facebook Ivete Sangalo/ Instagram Ludmilla

Anunciados por Ivete Sangalo e Ludmilla nessa quarta-feira (15/5), os cancelamentos das turnês das cantoras foram explicados por elas como inevitáveis diante de descumprimento de condições que haviam combinado com a produtora dos shows, a 30e. Mas a razão central foi outra, e aponta para algo com que provavelmente todo o showbiz terá que passar a lidar: as vendas de ingressos estavam baixíssimas.

Diante da pouca procura pelas entradas para as turnês “A festa”, de Ivete, e “Ludmilla in the house”, de Ludmilla, a 30e, produtora responsável pela organização, propôs às cantoras adaptações nos shows — em vez de realizá-los em estádios e espaços abertos, por exemplo, optar por casas menores.

A turnê de Ivete tinha ingressos a preços variando entre R$ 50 e R$ 3 mil. A de Ludmilla, de R$ 95 a R$ 1,2 mil.

Nos bastidores, segundo pessoas a par da organização, Ludmilla já havia decidido fazer shows somente em São Paulo e Rio de Janeiro, enquanto Ivete estava mais resistente. A turnê da baiana, para comemorar seus 30 anos de carreira, pretendia levar os shows a 30 estádios país afora.

Em comunicados nas redes sociais, as equipes de Ludmilla e Ivete Sangalo atribuíram os cancelamentos a falhas da 30e.

Afirmaram ontem os representantes de Ivete, num comunicado:

“A decisão, embora dolorosa, revelou-se necessária a partir da constatação de que a produtora responsável pela realização dos shows não conseguiria garantir as condições necessárias para que as apresentações da artista acontecessem da forma como foram concebidas, com a excelência e segurança prometidas e acordadas”.

Disse a equipe de Ludmilla:

“A decisão foi tomada mediante o não cumprimento por parte da produtora responsável pela turnê das condições previstas no pré-contrato para a viabilidade dos shows planejados há meses. Com isso, fica impossibilitada a realização desta tour”.

Problema vai além de Ivete e Ludmilla

Os cancelamentos das turnês de duas artistas do calibre de Ivete e Ludmilla apontam para o que pode vir a ser uma tendência do mercado de grandes eventos.

O boom de shows e festivais no país no pós-pandemia, diante da demanda reprimida do público por eventos com grandes plateias, pode estar no fim.

Agora, com a calamidade sanitária já distante, o público indica ter voltado à rotina pré-pandêmica de frequência nesse tipo de espetáculo. Segundo alguns pesos pesados do mercado ouvidos pela coluna, não está mais tão simples colocar de pé projetos como esses.

Embora as turnês de Ivete e Ludmilla preparassem shows especiais e grandiosos, as duas se apresentam com frequência e, nesse sentido, não têm o apelo para lotar estádios como o de outros projetos, como a turnê de Paul McCartney, que, aos 81 anos, voltou ao Brasil; Bruno Mars, que tem esgotado os ingressos para sua terceira passagem pelo país, em outubro; a turnê de despedida de Milton Nascimento dos palcos, em 2022; ou a turnê de Caetano Veloso e Maria Bethânia, que começa em agosto, primeiro reencontro dos irmãos no palco desde 1977.

A coluna procurou as assessorias de Ivete Sangalo, Ludmilla e da produtora 30e nesta quinta-feira.

A equipe de Ivete reiterou as razões para o cancelamento da turnê informadas na nota divulgada nas redes sociais nessa quarta. A assessoria da 30e afirmou que “lamenta, mas respeita a decisão unilateral das artistas e esclarece que, em nenhum momento, avaliou o cancelamento das duas turnês”. A assessoria de Ludmilla não retornou os contatos. O espaço segue aberto a manifestações.

Fonte: Coluna Guilherme Amado – Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraíba

Justiça da Argentina concede prisão domiciliar a Toin da Braiscompany

Foto: Reprodução

A Justiça da Argentina concedeu, nesta terça-feira (21), prisão domiciliar ao paraibano Antônio Inácio da Silva Neto, preso no mês de fevereiro após um longo período foragido da Justiça Federal no Brasil.

Inicialmente, Inácio ficará em seu apartamento.

Antônio Neto é fundador da empresa da Braiscompany e teve a prisão preventiva decretada no ano passado no âmbito da Operação Halving.

Ele é acusado pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal de participar de um esquema de Pirâmide Financeira através da empresa campinense.

A esposa de Antônio, Fabrícia Campos, também chegou a ser presa, mas foi posta em liberdade logo após ser encontrada pelas Forças de Segurança argentina.

Mais PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Senado pode votar nesta terça projeto da desoneração da folha de pagamento

Desoneração, juros e vacinação devem ser temas para votação no SenadoFoto: Agência Senado

O Senado pode votar nesta terça-feira (21) o projeto de lei que trata da desoneração da folha de pagamento dos 17 setores da economia que, juntos, mais empregam no país. “A expectativa é que, votada a urgência, o tema já seja levado direto ao plenário”, segundo afirmou à Agência Senado o relator do texto e líder do governo, o senador Jaques Wagner (PT-BA). A sessão está prevista para começar às 14h.

O projeto em discussão visa manter a desoneração em 2024 e discutir sua reoneração gradual a partir de 2025. O texto, apresentado pelo senador Efraim Filho (União-PB), é parte de um acordo entre o Congresso Nacional e o Executivo.

A suspensão temporária da decisão judicial que revogava a desoneração, concedida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Cristiano Zanin, permitiu aos congressistas mais tempo para elaborar um relatório consensual sobre as regras de reoneração gradual.

Além da desoneração, está prevista a votação do projeto que propõe a uniformização da aplicação de juros e correção monetária em contratos de dívida sem taxa previamente estabelecida, assim como em ações por perdas e danos e em débitos trabalhistas.

O texto, já aprovado na Câmara dos Deputados e na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, busca estabelecer critérios claros para a aplicação de juros em contratos sem taxa convencionada, além de propor ajustes na taxa legal de juros.

Esta última, conforme o substitutivo apresentado pelo senador Rogério Carvalho (PT-SE), corresponderá à diferença entre a taxa referencial Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia) e o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo).

Outro projeto com expectativa de votação nesta terça (21) prevê a vacinação de crianças nas escolas públicas. O texto estabelece que as escolas e unidades de saúde devem divulgar previamente as datas de vacinação e orientar os estudantes a levarem seus cartões de vacinação.

Embora não seja compulsória, as instituições particulares que desejarem poderão aderir ao programa. O parecer favorável foi apresentado pelo senador Marcelo Castro (MDB-PI).

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Planalto suspeita que Bolsonaro lance Flávio a presidente em 2026

ImagemFoto: Igo Estrela/Metrópoles

Que Tarcisio de Freitas ou Michelle Bolsonaro que nada. Ronaldo Caiado e Romeu Zema também não. No Palácio do Planalto, a aposta é que Jair Bolsonaro lançará um dos filhos — possivelmente Flávio Bolsonaro — como candidato a presidente da República.

A avaliação é que Bolsonaro não apoiaria alguém de fora da família (e fora de seu controle), nem toleraria ver a mulher, Michelle, vestir a faixa presidencial.

A propósito: o Planalto tem a leitura de que, se Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro, for cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral, ao lado de seu vice, Thiago Pampolha, e do presidente da Assembleia local, Rodrigo Bacellar, e for convocada uma nova eleição, dificilmente alguém evita uma vitória de Flávio Bolsonaro.

Guilherme Amado – Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

Em 11 anos, governo investe R$ 9,5 bi contra desastres naturais, mas perdas chegam a R$ 639 bi

ImagemFoto: Reprodução

Os desastres naturais que aconteceram no Brasil entre 2013 e 2023 causaram prejuízos de R$ 639,4 bilhões às cidades brasileiras, segundo o presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Paulo Ziulkoski. No entanto, o governo federal direcionou R$ 9,5 bilhões nesses últimos 10 anos para a preveni-los, o equivalente a 1,49%, de acordo com dados da CNM em colaboração com a organização não governamental Contas Abertas.

Ziulkoski ressaltou que, dos 5.570 municípios brasileiros, 5.233 (93,9%) foram afetados por desastres relacionados às mudanças climáticas. “Praticamente, todos os municípios do Brasil enfrentaram eventos naturais que causaram transtornos em suas comunidades”, salientou. “Um total de 418 milhões de pessoas foram afetadas por desastres, resultando em 2.667 mortes até o momento nos últimos dez anos”, acrescentou.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraíba

“Poderia ser Você”: Campanha da Câmara de João Pessoa alerta motoristas para a segurança no trânsito

Foto: Maurílio Júnior

Nesta terça-feira (20), uma exposição de veículos destruídos busca chamar a atenação da população sobre a importaância de respeitar as leis de trânsito. A camapnha “Poderia ser você” foi elaborada pela Câmara Municipal de João Pessoa, em parceria com o BPTran, Detran, Semob, Corpo de Bombeiros e Guarda Municipal.

Os veículos estão expostos nos seguintes locais:

  • Rotatória entre a UFPB e a entrada dos Bancários;
  • Avenida Epitácio Pessoa, na altura da Usina Cultural Energisa;
  • Avenida Tancredo Neves, em frente à Escola Estadual Fernandes Vieira;
  • Avenida Cruz das Armas, no canteiro em frente à Maternidade Frei Damião;

A partir das 11h uma Sessão Especial vai debater o tema na CMJP. “A sessão especial proposta visa a potencializar a discussão sobre a necessidade de maior atenção das pessoas às leis de trânsito e à busca pela tão desejada paz no trânsito da Capital”, justificou o presidente Dinho. Dowsley.

Até abril deste ano, a Paraíba teve 260 vítimas fatais decorrente de acidentes de trânsito. No ano de 2023, a Paraíba contabilizou 788 vítimas fatais de acidentes no trânsito, número menor do que o ano de 2022, 802 mortes. Apesar da diminuição, o número ainda corresponde a mais de duas pessoas mortas por dia em acidentes de trânsito.

Blog do BG PB

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Judiciário

TSE retoma nesta terça (21) julgamento que pode cassar Moro; Moraes quer terminar análise hoje

ImagemFoto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O julgamento que pode cassar o mandato do senador Sergio Moro (União-PR) será retomado, nesta terça-feira (21), como único item da pauta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A sessão está marcada para as 19h.

Esta será a segunda data em que a Corte se debruça sobre o tema. No final da manhã da última quinta-feira (16), a análise do caso foi interrompida por questão de tempo — o Supremo Tribunal Federal (STF) tinha sessão no período da tarde.

Segundo Moraes, o julgamento terminará nesta terça. “Iniciaremos e terminaremos o julgamento terça, porque terça nós temos a vantagem de não ter sessão no Supremo de ‘madrugada’, né? Então, terça-feira terminaremos o julgamento”, disse o presidente do TSE.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Judiciário

TJ oficializa abertura de vagas de desembargador para MP e OAB na Paraíba; veja documento

 

O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) comunicou, oficialmente, a abertura de vagas para membros do Ministério Público estadual e da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Paraíba (OAB-PB).

Nos mesmos documentos, o TJPB solicitou que a OAB-PB e o MPPB enviem listas com seis nomes para a formação das listas tríplices.

Os ofícios enviados ao MPPB e à OAB-PB foram assinados pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador João Benedito da Silva. A informação foi obtida nesta segunda-feira (20).

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB com Clickpb

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política

Daniella Ribeiro: a senadora ‘internacional’ mais cara da Paraíba

Senadora Daniella Ribeiro fica com a presidência da CMOFoto: Alan Santos/PR

A senadora da Paraíba, Daniella Ribeiro é a parlamentar do Estado que mais viajou internacionalmente às custas do erário público.

Segundo levantamento do Blog do BG PB com base no portal da transparência do Senado Federal, Daniella já foi há 14 viagens internacionais bancadas pela Casa, além de 3 destinos nacionais, no total de 17 viagens. Com isso, a soma de todas as viagens dos outros senadores paraibanos, Efraim Filho (07) e Veneziano Vital do Rego (09), não superam as idas e vindas da parlamentar.

De acordo com o sistema do Senado Federal, Daniella já foi conhecer Nova York, Boston e Washington, nos EUA; Madrid-Espanha; Panamá; Caribe; Coimbra e Lisboa, em Portugal; o continente Africano, entre outros países e continentes a um elevado custo de R$53.708,06 ao erário público tendo em vista que ela recebeu diárias e verbas de custeio para suas viagens. Para se ter uma ideia da discrepância, o vice-presidente do Senado, o paraibano Veneziano Vital do Rego utilizou R$25.536,73, cerca da metade do valor gasto por Daniella.

Veja abaixo valores e destinos:

O que não se sabe até o momento é o resultado prático dessas viagens internacionais para a população brasileira, tendo em vista que que à imprensa brasileira e em especial a paraibana não recebeu nenhum release de prestação de contas da assessoria da parlamentar sobre essas incursões internacionais.

Relembre o caso do sorvetão de Daniella

A senadora Daniella Ribeiro lidera a lista dos senadores paraibanos que mais recebeu reembolso do Senado Federal. Entre os reembolsos do Senado a Daniella, estão um sorvete (R$ 17), na Torteria e Sorveteria Gabriela, na Asa Sul de Brasília, e uma refeição no luxuoso restaurante campinense The W (R$ 420).

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia

Homem é encontrado morto em João Pessoa com bilhete ao lado do corpo: “Cagueta X9”

 

 

Um homem foi assassinado na tarde desta segunda-feira (20) no bairro Alto do Mateus, em João Pessoa. O corpo foi achado em uma área de mata.

Ao lado do corpo, os policiais encontraram um bilhete escrito “X9”. A gíria é utilizada pra classificar pessoas que faz denúncias ou entrega informações para a polícia, sendo considerada um traidor dentro de grupos.

Foto: Reprodução

De acordo com a Polícia Militar, ainda não há informações sobre a identificação do suspeito e nem as motivações para o crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Para receber essa e outras notícias acesse o grupo do BG PB no Whatsapp

Blog do BG PB com PortalCorreio

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Brasil

STF põe na pauta processo que pede autorização para trans usarem banheiros femininos

Imagem: Getty Images/iStockphoto

Supremo Tribunal Federal (STF) pautou para o dia 29 um processo que pode liberar o uso de banheiros femininos por trans.

Em virtude de o caso ser de repercussão geral, a decisão do STF vai estabelecer um padrão a ser aplicado em processos semelhantes.

A ação foi movida por uma pessoa trans impedida de usar o toalete para mulheres em um shopping de Santa Catarina.

Conforme a defesa, a pessoa trans passou por uma “situação vexatória” durante abordagem de um segurança.

Decisão sobre trans em banheiros femininos

Desde o início do julgamento, que começou em 2014, os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin votaram para que trans possam usar banheiros femininos. O julgamento acabou suspenso, no ano seguinte, após um pedido de vista de Luiz Fux.

“Os transexuais têm direito a serem tratados socialmente de acordo com a sua identidade de gênero, inclusive na utilização de banheiros de acesso público”, argumentou Barroso, que é o relator do caso.

São partes interessadas no caso o Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero e a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais.

Fonte: Revista Oeste

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.